WALLON: CONTRIBUIÇÕES DO AMBIENTE AFETIVO NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM

  • Adriana Sernajoto UNOESC
  • Janaina Carla da Luz UNOESC
  • Gracieli Maziero Muraro UNOESC

Resumo

Este resumo tem a finalidade de descrever sobre a pesquisa do Componente Curricular de Estágio Curricular Supervisionado I e II.  Tendo em vista que oportunizar ao aluno o desenvolvimento de laços afetivos é extremamente importante para a sua vida social e a afetividade só é estimulada através da vivência, o professor precisa estabelecer um vínculo de afeto com o educando, pois exerce um papel importante no desenvolvimento do aluno e está presente no processo de ensino-aprendizagem. Diante disso, tem o papel de contribui para que o aluno torne-se um sujeito mais aberto aos verdadeiros valores afetivos, principalmente no que se refere a respeito do próximo, o saber conviver com o outro dentro de suas diversidades. É por meio das relações que o aluno se desenvolve, aprende e adquire mais conhecimentos que contribuirão para o seu desempenho escolar. a pesquisa se desenvolveu na EM Felisberto Vilarino Dutra, em Ouro. A questão que norteou essa investigação foi: Qual é a contribuição do ambiente afetivo no processo de aprendizagem do aluno de acordo com a teoria de Wallon? O objetivo geral deste trabalho foi analisar as contribuições do ambiente afetivo no processo da aprendizagem do aluno de acordo com Wallon. Assim, após a vivência do estágio, afirma-se que uma ambiente afetivo é imprescindível ao desenvolvimento e aprendizagem das crianças.

Biografia do Autor

Adriana Sernajoto, UNOESC
Área das Humanidades.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Sernajoto, A., da Luz, J., & Muraro, G. (2018). WALLON: CONTRIBUIÇÕES DO AMBIENTE AFETIVO NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18383
Edição
Seção
Joaçaba - Ensino