QUANTIFICAÇÃO DOS MICRORGANISMOS ISOLADOS DE AMOSTRAS DE LEITE DE ANIMAIS COM MASTITE E AVALIAÇÃO DA SENSIBILIDADE AOS ANTIMICROBIANOS

  • Gabrielli Rita Bertoldo BAUMANN UNOESC
  • Eliane Maria De Carli UNOESC

Resumo

A presença da mastite no rebanho está relacionada com o decréscimo de qualidade do leite afetando a qualidade dos produtos derivados e tempo de prateleira. Mastite é a inflamação da glândula mamária independente da causa ela se caracteriza por uma série de alterações físicas e químicas do leite bem como modificações patológicas no tecido glandular. O objetivo deste trabalho foi avaliar o resultado de laudos contendo a identificação dos patógenos causadores de mastite de amostras de leite provenientes de animais com mastite, bem como, o teste de sensibilidade a 11 antimicrobianos. A importância do isolamento e identificação dos patógenos causadores de mastite possibilita verificar se estes são transmitidos aos animais dentro da sala de ordenha ou no ambiente onde permanecem nos intervalos das ordenhas. Os testes de sensibilidade in vitro, conhecidos como antibiogramas tem sido muito utilizados com o objetivo de fornecer informações sobre a sensibilidade aos antimicrobianos testados frente aos agentes isolados. Neste estudo foram avaliados 196 laudos emitidos pelo Laboratório Veterinário no período de julho de 2014 até agosto de 2016 onde o patógeno Staphylococcus aureus foi o mais isolado, com frequência de 63%, seguido dos isolados de Escherichia coli (54%), Proteus spp (12%) e Streptococcus spp (7%). E quanto a sensibilidade aos antimicrobianos testados Staphylococcus aureus teve como principal resposta antimicrobiana o ciprofloxacino com taxa de 66% de sensibilidade e a neomicina com taxa de 1,8% de resistência. Este trabalho reforça estudos anteriores no qual o patógeno isolado com maior frequência é o S. aureus.  

Biografia do Autor

Gabrielli Rita Bertoldo BAUMANN, UNOESC
Engenheira de alimentos
Eliane Maria De Carli, UNOESC
Professora e  Coordenadora do Curso de Engenharia de Alimentos.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
BAUMANN, G., & De Carli, E. (2018). QUANTIFICAÇÃO DOS MICRORGANISMOS ISOLADOS DE AMOSTRAS DE LEITE DE ANIMAIS COM MASTITE E AVALIAÇÃO DA SENSIBILIDADE AOS ANTIMICROBIANOS. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18377
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Ensino