IDEAÇÃO SUICIDA NO TRANSTORNO DEPRESSIVO MAIOR: UM ESTUDO DE CASO

  • Zamir Doile Macedo Unoesc
  • Luana Aparecida Less

Resumo

O presente artigo apresenta os resultados dos procedimentos terapêuticos de um estudo de caso clínico atendido na clínica-escola de uma Universidade da região meio oeste de Santa Catarina. O caso foi delimitado com base nos motivos do encaminhamento realizado pelo psiquiatra atuante na mesma clínica-escola, que se constituíram por manifestações de sintomas depressivos, tentativas de suicídio e pensamentos negativos, bem como comportamentos distimicos. O procedimento psicoterapêutico buscou compreender os processos psíquicos associados às manifestações do desejo de atos suicidas no transtorno depressivo maior correlacionados. Com base na teoria psicanalítica, pretendeu-se identificar a representação do paciente de suas figuras parentais, assim como a visão particular sobre si mesmo, avaliando o desejo da autodepreciação. A compreensão deste caso foi realizada através das sessões de psicoterapia de orientação psicanalítica e das Escalas Beck. A análise do caso permitiu verificar que o desejo de autoextermínio estava associado às vivências passadas pela paciente, sendo que sua forma de pensar e agir em todas as circunstâncias de sua vida remetem a auto depreciação em alguma forma. A mesma viveu uma representação parental ausente e ao longo da vida vivenciou diversas relações patológicas. Buscou-se, com este trabalho, fornecer subsídios para o aprimoramento teórico conceitual da ideação suicida no Transtorno Depressivo Maior.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Macedo, Z., & Less, L. (2018). IDEAÇÃO SUICIDA NO TRANSTORNO DEPRESSIVO MAIOR: UM ESTUDO DE CASO. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18333
Edição
Seção
Joaçaba - Ensino