RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS NO AMBIENTE DE TRABALHO

  • Edela Tainara Borges
  • Kamila Pellizzaro Debastiani
  • Jean Victor Giazzoni
  • Sislaine Coldebella Rodrigues

Resumo

O presente artigo teve como objetivo, averiguar e analisar o relacionamento interpessoal de indivíduos de três diferentes instituições, uma empresa comercial de vendas, uma cooperativa e uma rede da saúde. Participaram do presente estudo 15 indivíduos do sexo feminino e masculino, onde cada instituição rendeu uma amostra de cinco pessoas. Após as aplicações, os questionários foram corrigidos individualmente e seus resultados foram avaliados através da soma dos escores obtidos com as respostas. Foi possível analisar e discutir os dados das três amostras, utilizando os valores de média, desvio padrão e escore máximo, separando cada amostra por sexo. Os resultados obtidos demonstram que os indivíduos da amostra da Tabela 6 são percentualmente mais equilibrados em valores de média e escore máximo. A demais, os indivíduos da Tabela 5 são percentualmente mais discrepantes entre os sexos. Já os indivíduos da Tabela 4 são pouco discrepantes percentualmente, porém o sexo masculino obteve um percentual máximo no valor de percentual de escore máximo.

Palavras chave: Relacionamento Interpessoal. Psicologia. Estatística. Instituições. 

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Borges, E., Debastiani, K., Giazzoni, J., & Rodrigues, S. (2018). RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS NO AMBIENTE DE TRABALHO. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18332