COMPOSIÇÃO CENTESIMAL DE COGUMELOS COMESTÍVEIS (AGARICUS BISPORUS) COMERCIALIZADOS EM JOAÇABA E HERVAL D´OESTE, SC

  • Adriana Graziele de Farias Januário UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA
  • Roberto Degenhardt UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo realizar a análise da composição centesimal de Agaricuss bisporus (Champignon) destacando os benefícios nutricionais desse alimento. Foram adquiridas 3 amostras do cogumelo comercializados nos municípios de Joaçaba e Herval d´Oeste/SC. As amostras de cogumelos foram encaminhadas ao laboratório de Bromatologia da Unoesc Joaçaba, onde foram realizados os ensaios dos parâmetros: umidade, cinza, extrato etéreo, proteínas e carboidratos totais. Os ensaios foram realizados de acordo com as metodologias do Instituto Adolfo Lutz. Os teores de umidade e cinzas foram determinados gravimetricamente pela perda de peso com aquecimento a 105 °C e 550 °C, por 4 e 2 horas, respectivamente. O extrato etéreo (lipídios) foi definido por extração com éter dietilico em sistema Soxhlet. A proteína total foi estabelecida pelo método convencional de Kjeldahl. O conteúdo de carboidratos foi calculado por diferença (Carboidratos Totais = 100 - [Umidade (%) + cinza (%) + extrato etéreo (%) + proteínas (%)]). Os dados referem-se à média de duas repetições de cada amostra e foram expressos em percentual. Os teores de umidade variaram de 91,08% a 92,60%, as cinzas de 0,56% a 0,83%, o extrato etéreo de 0,14% a 0,46%, as proteínas de 2,12% a 2,24% e os carboidratos de 4,43% a 5,75%. Os maiores constituintes obtidos foram o teor de umidade, seguido pela quantidade de carboidratos para todas as espécies avaliadas.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Farias Januário, A., & Degenhardt, R. (2018). COMPOSIÇÃO CENTESIMAL DE COGUMELOS COMESTÍVEIS (AGARICUS BISPORUS) COMERCIALIZADOS EM JOAÇABA E HERVAL D´OESTE, SC. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18231
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa