RELATO DE EXPERIÊNCIA: A ARTETERAPIA COMO PROPOSTA TERAPÊUTICA EM DEPENDÊNCIA QUÍMICA

  • Fernanda Nara Abrão
  • Débora Cristina Zago
  • Adriano SCHLÖSSER

Resumo

Este resumo trata-se de um relato de experiência da atuação dos estagiários na disciplina de Estágio Básico V, realizado em uma Comunidade Terapêutica de Dependência Química. Metodologicamente, foram realizados 12 horas de observação das atividades e  demandas da comunidade da terapêutica, visando constatar possibilidades de intervenção psicopedagógica em auxílio e promoção da saúde no local. Com base nas observações, verificou-se que os indivíduos em tratamento  geralmente apresentam dificuldade nos processos de identificação pessoal, bem como de aspectos que atuam  como catalizadores para a necessidade de consumo de substâncias químicas. Para tanto,  buscou-se realizar a intervenção com base na arteterapia. Participaram 32 indivíduos do sexo masculino, sendo-lhes oferecido argila e solicitado que construíssem, nesta argila, algo que lhes fosse pessoal. A atividade teve duração de 2 horas e, posteriormente, foi aberto o compartilhamento das produções. Como resultado, observou-se, por meio da fala, uma dolorosa elaboração e reflexão de conteúdos subjetivos contraproducentes, bem como a compreensão destes conteúdos e sua elaboração,  desenvolvimento motivacional e a otimização da autoestima dos membros do grupo.  Também foi possível compreender a atuação do psicólogo como imprescindível no tratamento à dependência química, visando a mudança comportamental e a qualidade da reinserção social dos sujeitos.

Palavras chave: Intervenção. Arteterapia. Auto-estima.

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Abrão, F., Zago, D., & SCHLÖSSER, A. (2018). RELATO DE EXPERIÊNCIA: A ARTETERAPIA COMO PROPOSTA TERAPÊUTICA EM DEPENDÊNCIA QUÍMICA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18196
Edição
Seção
Videira - Ensino