ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DE BUENOS AIRES - EXPERIÊNCIAS DO SANEAMENTO BÁSICO NO PLANEJAMENTO URBANO

  • Marcia Regina Sartori DAMO Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Larissa Menegatti

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo realizar uma prévia abordagem em um resgate histórico da formação da cidade de Buenos Aires na Argentina, para busca da compreensão da atual dinâmica estrutural dessa metrópole em sua dimensão política, cultural e econômica. Abordando alguns pontos que envolvem questões territoriais, regionais, ocupação populacional, segregação/contrastes, entre outros. Lembrando que a abordagem a ser realizada aqui tem um caráter prévio, numa tentativa de compreensão da cidade estudada, considerando que as questões que envolvem uma metrópole são muito mais complexas e dinâmicas, pois englobam uma série de fatores e agentes passados e recentes para explicar a atual configuração. Portanto, a tentativa de reconstituir a história do saneamento da cidade de Buenos Aires pretende abordar ações políticas especificamente direcionadas para o abastecimento de água e para a construção de uma rede de esgoto na cidade. O enfoque proposto implica no estudo das diferentes formas de envolvimento do Poder Público e do capital privado na implantação de projetos, obras e serviços de saneamento para Buenos Aires

Biografia do Autor

Marcia Regina Sartori DAMO, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Doutora em Engenharia Civil na Área de Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial - UFSC, Mestre em Engenharia Civil pela UFSC, professora e coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNOESC.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
DAMO, M. R. S., & Menegatti, L. (2018). ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DE BUENOS AIRES - EXPERIÊNCIAS DO SANEAMENTO BÁSICO NO PLANEJAMENTO URBANO. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18045
Edição
Seção
Videira - Pesquisa