INFLUÊNCIAS DA PRÁTICA ESPORTIVA NO DESENVOLVIMENTO BIOPSICOSSOCIAL DE CRIANÇAS NA PERSPECTIVA DE SEUS PAIS E/OU RESPONSÁVEIS

  • Dolores Beatriz Schutz Wendling Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC
  • Aline Bogoni Costa Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC

Resumo

Introdução: O esporte, aliado às brincadeiras e às atividades escolares, assume um papel importante na infância, por favorecer o desenvolvimento biológico, psicológico e social, possibilitando à criança revelar suas intenções, construir estratégias ao alcance de seus objetivos e aumentar sua solidariedade e respeito aos colegas. Objetivo: objetivando-se verificar a influência da prática esportiva no desenvolvimento biopsicossocial de crianças com idade de 8 a 10 anos, na perspectiva de seus pais e/ou responsáveis. Método: Adotou-se a abordagem quantitativa como metodologia para a pesquisa, sendo a coleta de dados realizada através de questionário com perguntas fechadas e a análise de dados, por meio de estatística descritiva, com auxílio do software SPSS. Resultados: Participaram da pesquisa 68 pais e/ou responsáveis das crianças entre 8 a 10 anos, que integram as escolinhas da ABASMO, que informaram dados sociodemográficos, caracterizaram a inserção esportiva e avaliaram os seguintes aspectos de desenvolvimento de suas crianças, antes e após a inserção na prática: independência, sociabilidade, amizade, aceitação de regras, autoestima, autoconfiança, saúde e forma física, ansiedade, rendimento escolar, liderança, motivação, responsabilidade, respeito e interesse por atividades esportivas. Acerca dos motivos que levaram os pais e/ou responsáveis a inscreverem os seus filhos na prática esportiva, constatou-se que 85,3% os inseriram por considerar a importância do esporte na vida da criança. Conclusão: Verificou-se que todos os aspectos de desenvolvimento tiveram variação positiva após a inserção da criança na prática esportiva, exceto a ansiedade que se caracteriza negativamente, como não benéfica. A partir da análise dos dados percebe-se a importância do esporte para o bom desenvolvimento biopsicossocial da criança. Ressalta-se ainda, que diante dos resultados apresentados, se faz necessário novos estudos interdisciplinares, bem como a consolidação do campo da Psicologia do Esporte.
Palavras-chave: 
Escolha profissional; Jovens; Revisão integrativa; Psicologia

Biografia do Autor

Aline Bogoni Costa, Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC
Doutora em Psicologia, Pesquisadora e Professora do Curso de Psicologia da Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC, campus de São Miguel do Oeste – SC.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Schutz Wendling, D., & Costa, A. (2018). INFLUÊNCIAS DA PRÁTICA ESPORTIVA NO DESENVOLVIMENTO BIOPSICOSSOCIAL DE CRIANÇAS NA PERSPECTIVA DE SEUS PAIS E/OU RESPONSÁVEIS. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/18043
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Ensino