IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA E MULTIRRESISTÊNCIA A ANTIMICROBIANOS DE SOROTIPOS DE SALMONELLA SP. DE UMA CADEIA PRODUTIVA DE FRANGOS DE CORTE

Resumo

A resistência a antimicrobianos em isolados bacterianos relacionados a alimentos é uma realidade. Nessa perspectiva, Salmonella se destaca entre os agentes biológicos vinculados a alimentos capazes de causar doenças. O objetivo deste estudo foi caracterizar o perfil de resistência a antimicrobianos de isolados de sorotipos de Salmonella da cadeia produtiva de frango de corte. As amostras foram obtidas a partir de ambiente aviário, provenientes da cadeia produtiva de frango de corte do sul do Brasil. Destas, 23 cepas de Salmonella enterica subsp. enterica foram isoladas; 16 pertencentes ao sorotipo Heidelberg; as demais pertencem aos sorotipos: Agona; Cubana; Virchow; Rissen; Schwarzengrund; M.Bandaka e Anatum. O perfil de suscetibilidade antimicrobiana foi testado a partir de inóculo de cada sorotipo em ágar Mueller-Hinton pelo método de disco difusão com os antimicrobianos: Fosfomicina 200µg, Ceftiofur 30µg, Norfloxacina 10µg, Ciprofloxacina 5µg, Enrofloxacina 5µg, Gentamicina 10µg, Neomicina 30µg e Florfenicol 30µg. Incubação  a 35+/-1ºC 24h.  S. Typhimurium CCCD-S004 foi utilizada como cultura padrão/controle. O Florfenicol foi o agente responsável pelo maior perfil de resistência das cepas, cerca de 8,7% apresentaram-se resistente a essa droga. O sorotipo S. Schwarzengrund apresentou-se resistente a um maior número de drogas antimicrobianas, enquanto controle S. Typhimurium foi sensível a todas. De acordo com o exposto, verificou-se que Salmonella é recorrente na cadeia produtiva de frango de corte, tendo como agravante a resistência a antimicrobianos.

Palavras Chaves: Sorotipos. Cadeia produtiva. Frangos. Florfenicol.

Biografia do Autor

Rafaela Ansiliero, UNOESC
Acadêmica Biotenologia Industrial
Jane Lafayette Neves Gelinski, Unoesc

Professora

Mestre em Genética -UFRGS

Doutora em Ciência dos Alimentos-USP

Publicado
28-08-2018
Como Citar
Ansiliero, R., & Gelinski, J. (2018). IDENTIFICAÇÃO E AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA E MULTIRRESISTÊNCIA A ANTIMICROBIANOS DE SOROTIPOS DE SALMONELLA SP. DE UMA CADEIA PRODUTIVA DE FRANGOS DE CORTE. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/17966