EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM INSTITUIÇÃO ACOLHEDORA DE ADOLESCENTES: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Charlene Pompermaier Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
  • Mariana Coletti Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
  • Juliana Terezinha Tomazelli Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
  • Larisse Eduarda Boiani Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
  • Kelyn Cristina Ostroski Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
  • Sidiane Ferrasso Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê

Resumo

Trata-se de um relato de experiência no Lar Aprisco de Xanxerê/SC, instituição acolhedora por indicação judicial de adolescentes entre 12 e 18 anos, após o conselho tutelar identificar problemas no âmbito familiar, como agressões, abusos e outras situações de negligência. Nesse espaço os adolescentes são direcionados a escola e são disponibilizados cursos diversos. Como é um ambiente familiar, nas horas livres, os adolescentes participam de rotinas de organização e limpeza da casa, quarto e cuidado aos objetos pessoais. Essa atividade socializa e responsabiliza o adolescente ao retorno do convívio comunitário. Com o objetivo de contribuir com orientações sobre saúde, alunos/bolsistas do curso de graduação em enfermagem da Unoesc campus de Xanxerê/SC, organizaram a atividade “café da manhã educativo” na instituição. A atividade foi desenvolvida com uso de mídias e roda de conversa, onde dicas de higiene corporal e bucal foram repassadas aos adolescentes, que interagiram na forma de questionamentos com as acadêmicas. Por fim, foi oferecido creme hidratante, escova de dentes e creme dental, como uma forma de incentivo à realização das atividades orientadas. A enfermagem como profissão, trabalha a promoção, prevenção e reabilitação da saúde, e por meio da educação em saúde possibilita que o usuário tenha acesso a informações essenciais ao seu bem estar. O enfermeiro é um profissional que deve ser capaz de aprender continuamente, e as atividades práticas proporcionam essa condição e reiteram o compromisso do acadêmico com a disseminação da educação em ações de saúde. 

Palavras chave: Educação em saúde. Adolescente. Cuidados de Enfermagem.

Biografia do Autor

Charlene Pompermaier, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê

Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Orientadora do Projeto de Extensão Comunitária. 

Mariana Coletti, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
Bolsista do Projeto de Extensão Comunitária do Curso de Graduação em Enfermagem.
Juliana Terezinha Tomazelli, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
Bolsista do Projeto de Extensão Comunitária do Curso de Graduação em Enfermagem.
Larisse Eduarda Boiani, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
Bolsista do Projeto de Extensão Comunitária do Curso de Graduação em Enfermagem.
Kelyn Cristina Ostroski, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
Bolsista do Projeto de Extensão Comunitária do Curso de Graduação em Enfermagem.
Sidiane Ferrasso, Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc Campus Xanxerê
Bolsista do Projeto de Extensão Comunitária do Curso de Graduação em Enfermagem.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Pompermaier, C., Coletti, M., Tomazelli, J., Boiani, L., Ostroski, K., & Ferrasso, S. (2018). EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM INSTITUIÇÃO ACOLHEDORA DE ADOLESCENTES: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/17937
Edição
Seção
Xanxerê - Extensão