POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS DA AGRICULTURA PARA A PRODUÇÃO DE EMBALAGENS BIODEGRADÁVEIS

  • Evelin Toscan UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Adriana Biasi Vanin UNOESC
  • Eduarda De Magalhães Dias Frinhani Professora da UNOESC - Joaçaba
  • Sergio Luiz Marquezi Professor da Unoesc - Joaçaba

Resumo

As matérias primas biodegradáveis, devido ao baixo impacto ambiental, quando comparadas ao plástico, estão se tornando opções interessantes no desenvolvimento de embalagens. Deste modo, tem-se como objetivo da presente pesquisa, avaliar o potenial de resíduos da agricultura  (bagaço de cana-de-açúcar, casca de arroz e a palha de arroz) e da resina biodegradável a base de mamona na produção de embalagens biodegradáveis. Para isso, realizou-se um pré-tratamento dos resíduos com hidróxido de sódio, acompanhado de uma lavagem em água corrente até pH neutro e secagem em estufa seguida de moagem. Após atingir a granulometria desejada, as amostras foram preparadas e colocadas em superfície de alumínio com temperatura controlada até a cura. Os resultados dos testes de tração realizados em um período de 28 dias mostraram que as amostras se comportaram de forma semelhante ao longo do tempo, sendo que o bagaço de cana-de-açúcar foi o resíduo agrícola que apresentou maior resistência mecânica ao teste de tração em equipamento DL 30000 com capacidade máxima de 300KN.

Biografia do Autor

Evelin Toscan, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina
Aluna do curso de Engenharia Química  - Unoesc - Joaçaba
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Toscan, E., Vanin, A. B., Frinhani, E. D. M. D., & Marquezi, S. L. (2018). POTENCIAL DE UTILIZAÇÃO DE RESÍDUOS DA AGRICULTURA PARA A PRODUÇÃO DE EMBALAGENS BIODEGRADÁVEIS. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/17867
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa