INDICADORES DE SEGURANÇA NO PERIOPERATÓRIO: CANCELAMENTO CIRÚRGICO E COMPLICAÇÕE PÓS-OPERATÓRIAS IMEDIATAS.

  • Sibele da Silva
  • Bruna Kruczewski
  • Vilma Beltrame

Resumo

Estudo epidemiológico descritivo e retrospectivo desenvolvido no Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) no município de Joaçaba - SC, com o objetivo de identificar os motivos de cancelamento cirúrgico, bem como as complicações pós-operatórias imediatas prevalentes na Sala de Recuperação Pós- Anestésica. Foram analisados 455 registros nos mapas diários de cancelamento cirúrgico e, 362 prontuários de pacientes no pós-operatório. Os resultados mostraram que  a maior causa de cancelamento cirúrgico foram por transferência ou desmarcada com 23,1%, porém 27,0% das cirurgias canceladas não apresentavam o motivo do cancelamento. Ainda observou-se que do total de cirurgias canceladas 66,2% foram por motivos não clínicos. Em relação a sazonalidade, obteve-se um pico maior nos meses de agosto e setembro com um total de 30,1%  dos cancelamentos. O sexo feminino prevaleceu tanto para as cirurgias canceladas, bem como para as complicações no pós-operatório. As faixas etárias prevalentes para as cirurgias canceladas e para os pacientes que apresentaram complicações foram de 19 a 59 e 60 anos ou mais. A complicação pós-operatória mais frequente foi a hipotensão. Dentre as cirurgias realizadas foram as cirurgias torácicas as mais prevalentes, já para as cirurgias canceladas  as cirurgias abdominal/pélvica foram as mais prevalentes. Conclui-se que grande parte dos procedimentos cirúrgicos cancelados poderiam ser evitados, uma vez que somente 6,8% dos procedimento cancelados foram por motivos clínicos.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Silva, S. da, Kruczewski, B., & Beltrame, V. (2018). INDICADORES DE SEGURANÇA NO PERIOPERATÓRIO: CANCELAMENTO CIRÚRGICO E COMPLICAÇÕE PÓS-OPERATÓRIAS IMEDIATAS. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/17778