A ABORDAGEM COGNITIVO-COMPORTAMENTAL NO PROCESSO DE INCENTIVO A LEITURA NAS ESCOLAS

  • Morgana Orso dos Santos UNOESC
  • Tatiane Sberse
  • Ana Leticia Reszka

Resumo

Este trabalho tem como tema o incentivo à leitura frente a Abordagem Cognitivo Comportamental, sendo que o objetivo geral é proporcionar maior conhecimento acerca de situações ligadas aos processos de aprendizagem e incentivo à leitura por meio da TCC. Para este fim, utilizamos como método de pesquisa a observação indireta proposta pelo Estágio Básico III e o livro “Aprendendo a Observar” de Danna e Matos. A observação foi realizada em uma escola pública, durante a aula de Língua Portuguesa e Literatura ministrada na biblioteca infantil, com a turma do segundo ano do ensino fundamental, composta por crianças de sete a oito anos de idade. Havia vinte e quatro indivíduos, contando com a professora e a bibliotecária. Percebeu-se diversos estímulos visuais no ambiente e nos livros, bem como os reforços dados pelas professoras (geralmente positivos), bem como raras punições positivas, diferenças individuais de respostas frente à atividade proposta pela professora, a condição ainda abstrata de ler dos alunos. À vista disso, compreende-se que os indivíduos agem de acordo com a relevância que dão aos eventos, e da maneira como os interpreta, contribuindo ou não para a aprendizagem.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Orso dos Santos, M., Sberse, T., & Reszka, A. (2018). A ABORDAGEM COGNITIVO-COMPORTAMENTAL NO PROCESSO DE INCENTIVO A LEITURA NAS ESCOLAS. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/17666