DETECÇÃO MOLECULAR DE PARVOVÍRUS, CIRCOVÍRUS E LEPTOSPIRAS EM FETOS SUÍNOS MUMIFICADOS, ABORTADOS E NATIMORTOS NA REGIÃO OESTE DE SANTA CATARINA

  • Geslaine Herdt Universidade do Oeste de Santa Catarina- Unoesc Xanxerê http://orcid.org/0000-0003-1876-5514
  • Alex Eron Maciel
  • Alexandre Alberto Tonin
  • Natalha Biondo
  • Lilian Kolling Girardini
  • Paulo Eduardo Bennemann
  • Sergio Abreu Machado

Resumo

O Estado de Santa Catarina é destaque na suinocultura, sendo um dos mais importantes produtores de carne suína do país. Fatores que interferem na eficiência reprodutivasão responsáveis por prejuízos econômicos significativos. Dentre estes fatores, a mumificação fetal tem contribuição expressiva. Parvovírus (PPV), Circovírus tipo 2 (PCV-2) e cepas patogênicas de Leptospira spp podem estar envolvidas nestas perdas gestacionais. O objetivo deste trabalho foi identificar a presença de PPV, PCV-2 e de Leptospira em fetos suínos mumificados na Região Oeste de SC. Seis granjas com alto índice de perdas fetais (≥ 4%) foram selecionadas para este estudo. Amostras de pulmão, rim, coração e fígado foram coletadas para o isolamento de DNA e posterior PCR qualitativo. Os primers para a PCR foram desenhados para amplificar regiões conservadas dos genomas do PCV-2 (ORF), PPV (NS-1) e Leptospiras patogênicas (LigA e LigB). De 100 amostras analisadas, 87 resultaram positivas para PCV-2, 68 amostras foram positivas para PPV e 22 amostras foram positivas para Leptospira. Estes resultados sugerem que os agentes infecciosos investigados têm uma prevalência excepcionalmente alta e podemser identificados como uma das principais causas da mumificação fetal observadas neste estudo. Já que os rebanhos amostrados têm um programa sanitário bem estabelecido, estes achados podem indicar a possibilidade de uma cobertura vacinal insuficiente. Por sua vez, as causas destas possíveis falhas na imunidade ativa podem envolver variações antigênicas importantes que necessitam de investigação adicional.  

Palavras-chave: Suinocultura. Mumificação fetal. PCV2. PPV. Leptospira

Biografia do Autor

Geslaine Herdt, Universidade do Oeste de Santa Catarina- Unoesc Xanxerê
Estudante de Medicina Veterinária
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Herdt, G., Maciel, A., Tonin, A., Biondo, N., Girardini, L., Bennemann, P., & Machado, S. (2018). DETECÇÃO MOLECULAR DE PARVOVÍRUS, CIRCOVÍRUS E LEPTOSPIRAS EM FETOS SUÍNOS MUMIFICADOS, ABORTADOS E NATIMORTOS NA REGIÃO OESTE DE SANTA CATARINA. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/17596
Edição
Seção
Xanxerê - Pesquisa