PERFIL CLÍNICO E EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES QUE REALIZAM TESTE RÁPIDO EM UMA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MEIO OESTE CATARINENSE

  • Mariane Carolina de Almeida UNOESC
  • Petra Zieher UNOESC
  • Luciana Bottin UNOESC
  • Douglas Gonçalves UNOESC
  • Eduardo Janir de Souza UNOESC

Resumo

Para o diagnóstico de infecções sexualmente transmíssiveis (ISTs) como a HIV, a Sífilis e as Hepatites virais, conta-se hoje com o teste rápido, disponibilizado pelo Ministério da Saúde de forma gratuída e acessível a toda a população. Diante do grande problema de saúde pública que as ISTs se configuram, a presente pesquisa, buscou traçar o perfil epidemiológico e clínico dos pacientes que realizam os testes rápido. A amostra foi composta de 500 pacientes atendidos a livre demanda, em uma Estratégia Saúde da Família no Meio Oeste Catarinense.  A coleta de dados se deu no momento da consulta de enfermagem, através de um questionário estruturado pelos autores, logo após foi realizada a coleta dos testes para HIV, Sífilis, Hepatite B e C. A média de idade da amostra foi de 42.2 ± 17,3,  com uma predominância do sexo feminino com 62%(310) pacientes. Em relação ao estado civil 52,4% (262) da amotra eram casados ou vivia em união estável, 30,8%(154)  da amostra eram solteiros, 4,4%(22) estavam em um relacionamento sério, 6,4%(32) divorciados, 6%(30) eram viúvos. Quando questionados sobre a utilização de preservativos 64,8%(324) nunca fazem o uso, 19,2%(96) utilizam as vezes e apenas 16%(80) da amostra referiu utilizar preservativo em todas as relações sexuais. Quando testado para Sífilis, 5,4%(27) da amostra apresentou resultado reagente; HIV, 0,4%(2) da amostra; Hepatite B, 0,6%(3) da amostra; e Hepatite C 0,8%(4) da amostra com resultado reagente. Conhecer as características populacionais é o primeiro passo para o desenvovimento de políticas públicas consistentes.

Biografia do Autor

Mariane Carolina de Almeida, UNOESC
Graduada em Enfermagem pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC - Campus Joaçaba (2014). Especialisra em Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva(2017) e Mestranda em Biociências e Saúde pela Universidade do Oeste de Santa Catarina.
Publicado
28-08-2018
Como Citar
Almeida, M. C. de, Zieher, P., Bottin, L., Gonçalves, D., & Souza, E. J. de. (2018). PERFIL CLÍNICO E EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES QUE REALIZAM TESTE RÁPIDO EM UMA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MEIO OESTE CATARINENSE. Seminário De Iniciação Científica, Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão E Mostra Universitária. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/17567
Edição
Seção
Joaçaba - Extensão