APICULTURA SUSTENTÁVEL: PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE MEL NO MEIO OESTE CATARINENSE

  • Fernanda Passini Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Isis Dalla Costa Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Lidia Cole Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Nathalia E.D Zembrani Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Ricardo Luiz Zorzi Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Saionara Azevedo Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Camila Camargo Aguiar Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Nodari Santos Tania Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo fomentar a produção de mel em larga escala, utilizando-se da apicultura de forma sustentável. A organização dos atores locais em Arranjos Produtivos será o principal mecanismo estratégico para gerar capital social e fomentar o projeto. A produção e a comercialização de mel no meio oeste catarinense será realizado através da criação de uma associação entre os moradores residentes no interior dos municípios integrantes da AMMOC (Associação dos Municípios do Meio Oeste Catarinense), e em pareceria com entidades necessárias na execução, como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina (FAASC), Associação Brasileira dos Exportadores de Mel (ABEMEL), Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI). A apicultura é uma atividade econômica de baixo impacto ambiental, que possibilita a utilização dos recursos naturais, de maneira que contribui com a manutenção e a preservação dos ecossistemas já existentes. O fato é que as abelhas atuam como polinizadores naturais tanto das espécies nativas como também das cultivadas, promovendo a preservação da biodiversidade e contribuindo com o equilíbrio do ecossistema.  Em sintese o projeto tem como meta a expansão no setor apiário na região da AMOC, e conclui-se ser uma atividade economicamente rentável e ecologicamente prudente, a fim de contribuir para o desenvolvimento, gerando emprego e renda para a região

Biografia do Autor

Fernanda Passini, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Isis Dalla Costa, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Lidia Cole, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Nathalia E.D Zembrani, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Ricardo Luiz Zorzi, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Saionara Azevedo, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Camila Camargo Aguiar, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Nodari Santos Tania, Unoesc - Universidade do Oeste de Santa Catarina

Área das ciências da humanidades 

curso administração 

Publicado
13-09-2017
Como Citar
Passini, F., Costa, I. D., Cole, L., Zembrani, N. E., Zorzi, R. L., Azevedo, S., Aguiar, C. C., & Tania, N. S. (2017). APICULTURA SUSTENTÁVEL: PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE MEL NO MEIO OESTE CATARINENSE. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/15159
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa