A LUDICIDADE ENQUANTO RECURSO PEDAGÓGICO NO ENSINO DA MATEMÁTICA

  • Marco André Serighelli

Resumo

Propor jogos e brincadeiras com intuito de auxiliar no processo de aprendizagem da criança, possibilitar o ensino da matemática por meio da interdisciplinaridade, realizar momentos de aprendizagem matemática através de situações problema do cotidiano. Com isso, quer se demostrar que a brincadeira é uma realidade cotidiana na vida das crianças, e para que elas brinquem é suficientemente que não sejam impedidas de exercitar sua imaginação, que é um instrumento que permite a criança relacionar seus interesses e suas necessidades como realidade de um mundo que pouco conhece, é o meio que possui para interagir com o universo dos adultos, universo que já existia quando elas nasceram e que aos poucos elas poderão compreender. A ludicidade aborda todos os campos da aprendizagem estando no contexto da vida da criança, seja na escrita, na brincadeira, no teatro, na leitura e na musicalização. É fundamental que se assegure a criança o tempo e os espaços para que o caráter lúdico do lazer seja vivenciado, capaz de formar base sólida contribuindo na criatividade, e desenvolvimento para que a criança construa seu conhecimento expondo suas opiniões e participações culturais sobretudo para o exercício do prazer de viver e aprender. A matemática teve avanços no decorrer dos tempos acompanhando o desenvolvimento e as necessidades que vem ocorrendo na rotina diária do ser humano. Com toda essa mudança na utilização da matemática, as metodologias para se ensinar, também necessitaram se adequar e estar fácil entendimento no processo de ensino para um melhor entendimento da criança.
Publicado
13-09-2017
Como Citar
Serighelli, M. A. (2017). A LUDICIDADE ENQUANTO RECURSO PEDAGÓGICO NO ENSINO DA MATEMÁTICA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/15054
Edição
Seção
Videira - Ensino