A RESSIGNIFICAÇÃO DOS SENTIMENTOS VIVENCIADOS POR MORADORES DE XANXERÊ – SC APÓS SEREM ATINGIDOS POR UM TORNADO

  • Edson Pilger DIAS-SBEGHEN Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Lucimara Cachoeira da SILVA Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Este trabalho é decorrente de uma bolsa de pesquisa do Fumdes que teve duração de 02 anos e buscou entender o trabalho do profissional Psicólogo no contexto de um  tornado, as conseqüências psicológicas para as vítimas, bem como a importância da ajuda recebida naquele momento. O trabalho se desenvolveu através de grupos com  encontros semanais, os encontros foram audiogravados e após transcritos com o assentimento de todos os participantes. Os principais pontos trabalhados no grupo durante este período foram: o acolhimento dos participantes,  diferentes papéis sociais, visão das pessoas frente ao acontecimento, estratégia para o processo de luto, impacto em outros problemas, diferentes formas de percepção e reconstrução e a importância do  compartilhamento de sentimentos. Optou-se por desenvolver esta pesquisa em um grupo em andamento por quase não haver referências em outras publicações científicas em que profissionais psicólogos tenham feito esse acompanhamento longitudinal dentro da comunidade onde o fenômeno aconteceu, de forma que as pessoas não precisavam se deslocar para receber o acompanhamento psicológico destes profissionais. Foi observado que as pessoas que participaram dos encontros ressignificaram o seu olhar sobre o fenômeno, e perceberam o grupo como uma possibilidade de superação do trauma reconhecendo a importância do trabalho do profissional psicólogo nestas situações de emergências.  
Publicado
13-09-2017
Como Citar
DIAS-SBEGHEN, E. P., & SILVA, L. C. da. (2017). A RESSIGNIFICAÇÃO DOS SENTIMENTOS VIVENCIADOS POR MORADORES DE XANXERÊ – SC APÓS SEREM ATINGIDOS POR UM TORNADO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/15048
Edição
Seção
Xanxerê - Pesquisa