IMPLANTAÇÃO DA VACINA DA DENGUE NO BRASIL: ESTUDO SITUACIONAL

Autores

  • Bruna Kruczewski
  • Maria Eduarda Maestri Casara
  • Gabrielle Trevisan
  • Amanda Pastorello Rodrigues

Resumo

O desenvolvimento de uma vacina segura e eficaz contra os quatro sorotipos do vírus da dengue (DENV1, DENV2, DENV3 e DENV4) configura-se cada vez mais como avanço necessário para ampliar as medidas efetivas relacionadas ao controle da doença. Objetivou-se se analisar os documentos ministeriais acerca da implantação da vacina da Dengue no Brasil. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, de base documental, de abordagem qualitativa. Utilizou-se como banco de dados os documentos ministeriais, tais como: resoluções e portarias. Resultados: A primeira vacina contra a Dengue a ser aprovada por órgãos regulatórios foi a da Sanofi, constituída de vírus vivos atenuados (base vírus Febre Amarela, DENV1, DENV2, DENV3, DENV4 quiméricos). Recomenda-se três doses com intervalos de 6 meses (0-6-12). 30 municípios do Paraná receberam a vacina, financiada pelo governo Estadual a um custo de R$ 100 a dose. Os municípios selecionados tiveram nos últimos cinco anos, o registro de mais de 500 casos por 100 mil habitantes. Esta iniciativa funcionará como "piloto" para a eventual adoção da vacina em todo o território nacional. Conclusão: Não há previsão para implantação da vacina no calendário nacional. Uma das dificuldades reside no alto custo e na falta de conhecimento sobre seu funcionamento em larga escala. E  apesar de a imunização oferecer uma proteção semelhante à da gripe (66%), a eficácia contra o DENV2, que está crescendo no Brasil, é considerada baixa (47%).

Palavras-chave: Imunização. Dengue. Saúde Pública.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Kruczewski, B., Maestri Casara, M. E., Trevisan, G., & Pastorello Rodrigues, A. (2017). IMPLANTAÇÃO DA VACINA DA DENGUE NO BRASIL: ESTUDO SITUACIONAL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/15044

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa