EFICIÊNCIA RELATIVA DAS CLASSES GRANULOMÉTRICAS DO CALCÁRIO E O TEMPO NECESSÁRIO PARA NEUTRALIZAR A ACIDEZ DO SOLO

Autores

  • Karina Londero Zandoná UNOESC- Campus São Jose do Cedro
  • Rodrigo Barbieri UNOESC- Campus São Jose do Cedro
  • Alexandro Reginatto UNOESC- Campus São Jose do Cedro
  • Maicon Lolato
  • Cristano Resckhe Lajus

Resumo

É corriqueiro encontrar agricultores com ciência da importância de se efetuar a calagem,  mas também encontrar agricultores que não aplicam o calcário respeitando o tempo necessário para que o mesmo possa reagir no solo. Objetivou-se estimar o período necessário   para o calcário diminuir os índices de hidrogênio no solo e se tal período é diretamente proporcional ao menor tamanho das partículas. O estudo foi realizado em 2015, na UNOESC São José do Cedro, com delineamento de blocos completos, 5 tratamentos e 5 repetições. Foram coletados amostras de 0–20  em cambissolo, classe textural argilosa em área de mata. Para obtenção do pH em água foi utilizado a medição eletroquímica (1:1). O índice SMP foi determinado conforme Shoemaker, Mclean e Pratt, a necessidade de calcário foi estimada pelo Manual de Adubação e Calagem. Utilizou-se 2 tipos de calcários: calcítico (PRNT 96,82%)  dolomítico (PRNT 75,2%). Para o experimento utilizou-se as frações das peneiras 0,84-0,30mm e < 0,30mm, obtendo no tratamento calcítico o PRNT de 58,8% na peneira F3 e de 100% na peneira F4, no tratamento dolomítico de PRNT de 60,0 % na peneira F3 e de 100% na peneira F4. As doses aplicadas foram calculadas para elevar o pH a 6,5 com o índice SMP 5,9. As doses foram adicionadas em vasos de 6 kg de solo, 17g (PRNT 100%), 28g (PRNT 60%) para cada vaso e 28,6g de calcário (PRNT 58,84%). As analises foram refeitas aos 30 e 60 dias após a incubação. Por fim, constatou-se que a granulometria influenciou diretamente no período necessário para a reatividade, ocorrendo já nos primeiros 30 dias.

Biografia do Autor

Maicon Lolato

UNOESC- Campus São Jose do Cedro

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Zandoná, K. L., Barbieri, R., Reginatto, A., Lolato, M., & Lajus, C. R. (2017). EFICIÊNCIA RELATIVA DAS CLASSES GRANULOMÉTRICAS DO CALCÁRIO E O TEMPO NECESSÁRIO PARA NEUTRALIZAR A ACIDEZ DO SOLO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14998

Edição

Seção

São Miguel do Oeste - Ensino