ABERDEEN ANGUS: ASPECTOS PRODUTIVOS

Autores

  • Thaís Escorteganha Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Dieli Caron Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Amanda Baches Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Conrado de Oliveira Gamba Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Antonella Cordi Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

A raça Aberdeen Angus tem sua origem na Escócia e é uma das raças de bovinos com relatos mais antigos do mundo. Dentre suas principais características destacam-se o melhor desenvolvimento em temperaturas baixas, ausência de chifres (animais “mochos”), temperamento dócil, estrutura mediana, facilidade na manutenção da condição corporal, boa conversão alimentar, e produção de carne saborosa e suculenta. O objetivo desse estudo foi realizar uma revisão bibliográfica acerca das principais características produtivas da raça Aberdeen Angus. As fêmeas da raça Angus chegam à maturidade sexual por volta dos 15 meses de idade. Possuem um tamanho médio e baixa necessidade de manutenção o que é ideal para a produção a base de forragem. Referente à qualidade e produção de carne, esta raça atinge precocemente o estado de abate com relação às mesmas condições alimentares de outras raças. Adicionalmente apresenta rusticidade e fácil acabamento, com a produção de carcaças com adequada gordura intramuscular (marmoreio de 3 a 6 mm), natural da raça que confirma o sabor e grande suculência. Relata-se que a castração precoce torna animais mais fáceis de manejar e evita acasalamento indesejado, o que torna a carcaça mais equilibrada com maior ganho de peso utilizando o método confinado ou extensivo. Este estudo de revisão bibliográfica permitiu concluir que a criação de bovinos da raça Aberdeen Angus pode ser muito vantajosa, visto que esta raça demonstra alta precocidade, rusticidade e produção de carcaças com adequada gordura intramuscular.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Escorteganha, T., Caron, D., Baches, A., Gamba, C. de O., & Cordi, A. (2017). ABERDEEN ANGUS: ASPECTOS PRODUTIVOS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14951

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa