POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: TENDÊNCIAS CURRICULARES NA FORMAÇÃO DO UNIVERSITÁRIO/ A VISÃO DOS DOCENTESDO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNOESC CAMPUS DE SÃO MIGUEL DO OESTE.

Autores

  • Maria de Lourdes Pinto Almeida Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Este artigo versa sobre os resultados de uma pesquisa com financiamento PIBIC – CNPq, e está vinculada à Rede Iberoamericana de Estudos e Pesquisas em Políticas e Processos de Educação Superior - RIEPPES UNOESC, em parceria com o GIEPES da UNICAMP. Nosso objetivo foi  analisar as visões curriculares do corpo docente do curso de pedagogia da UNOESC campus de São Miguel D´Oeste. Esta pesquisa faz parte de um projeto maior que visa estudar as tendencias curriculares dos docentes das IES brasileiras e pertence ao GIEPES UNICAMP, o qual a orientadora desta investigação é vice coordenadora. Os dados foram coletados com a ferramenta encuestafacil.com e a metodologia utilizada foi a histórico-crítica. A pesquisa foi qualitativa/ quantitativa, com a aplicação da análise de conteúdo. de Lawrence Bardin.  Como resultados tivemos que a maioria dos docentes entrevistados tem consciência de que a matriz curricular forma o pedagogo para o mercado e não para o mundo do trabalho, sugerindo mudanças, do curriculo atual e  refletindo sobre a necessidade de se formar um docente com autonomia intelectual e um conteúdo voltado para a emancipação da educação e não somente para a manutenção da regulação da educação básica.

Biografia do Autor

Maria de Lourdes Pinto Almeida, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas. Graduada em História pela Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral. Mestrado em Filosofia, História e Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1995). Doutorado em Filosofia, História e Educação pela FE da Universidade Estadual de Campinas (2001). Tem pós doutorado em Políticas Educacionais pela USP e em Ciência Tecnologia e Sociedade pela Unicamp. Desde 2001 é Pesquisadora do GIEPES - Grupo Internacional de Estudos e Pesquisas em Ensino Superior, da Faculdade de Educação da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Atualmente é Docente Pesquisadora do PPGE da UNOESC- SC na linha de pesquisa Educação, Políticas Públicas e Cidadania. Pesquisadora da Universidade Virtual do Estado de Sao Paulo. Pesquisadora Colaboradora do PPGEd da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI - do Rio Grande do Sul, campus de Frederico Westphalen, na função de Coordenadora de Produção Cientifica. Diretora da Rede Iberoamericana de Estudos e Pesquisas em Políticas e Processos de Educação Superior - RIEPPES sediada na UNOESC que tem parceria com o GIEPES da UNICAMP. Coordenadora Adjunta do Grupo Internacional de Estudos e Pesquisas em Educação Superior - GIEPES - UNICAMP. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Politicas de Educação Superior da região Sul - GEPPES - Sul. vinculado ao GIEPES UNICAMP. Possui vários livros publicados, organizadora de inúmeros livros na modalidade integral e coletânea. Autora de vários capítulos de livros e artigos publicados em periodicos cientificos nacional e internacionais . Membro de vários conselhos editoriais. Tem experiência na área da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Políticas de educação superior. Políticas educacionais. Gestão escolar. História das instituições escolares no/do Brasil. Políticas públicas de formação e profissionalização docente. 

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Pinto Almeida, M. de L. (2017). POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: TENDÊNCIAS CURRICULARES NA FORMAÇÃO DO UNIVERSITÁRIO/ A VISÃO DOS DOCENTESDO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNOESC CAMPUS DE SÃO MIGUEL DO OESTE. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14906

Edição

Seção

PIBIC- CNPq