PREVALÊNCIA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS MULTIRRESISTENTES ISOLADOS DE ESTUDANTES DA ÁREA DA SAÚDE

Autores

  • Eliandra Mirlei Rossi Universidade do Oeste de Santa Catarina- UNOESC
  • Carine Berwig
  • Claudia Perin
  • Jéssica Fernanda Barreto
  • Kélen Antunes

Resumo

Staphylococcus aureus é um dos principais patógenos causadores de infecção hospitalar, pois o habitat primário desse microrganismo é a mucosa da nasofaringe e pele de humanos. Verificar a prevalência dos genes  blaOXA10 e mecA em cepas de S.aureus multirresistente isolados das mãos e cavidade nasal de estudantes da área da saúde. Foram pesquisadas mãos e cavidade nasal de 140 estudantes. As cepas isoladas foram identificadas e submetidas a antibiograma, pesquisa fenotípica de enzimas de espectro estendido (ESBL) e dos genes  blaOXA10 e mecA. Dos 140 estudantes, 62 (44,3 %) são colonizados por S. aureus (30 portadores nas mãos, 18 na cavidade nasal e 14 nas mãos e na cavidade nasal), totalizando 76 cepas de S.aureus.  A maioria das cepas de S.aureus foram resistentes para ampicilina (73,7%) e penicilina (50%).  Apenas uma cepa foi positiva para produção de ESBL. A prevalência do gene blaOXA10 e mecA nas cepas foi 57,9 % (44) e 19,3 % (15) respectivamente. Esses resultados indicam que os estudantes da área da saúde devem ser capacitados constantemente para prevenir a transmissão de cepas de S.aureus multirresistentes.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Rossi, E. M., Berwig, C., Perin, C., Barreto, J. F., & Antunes, K. (2017). PREVALÊNCIA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS MULTIRRESISTENTES ISOLADOS DE ESTUDANTES DA ÁREA DA SAÚDE. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14872

Edição

Seção

São Miguel do Oeste - Pesquisa