INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E MÉTODOS CONTRACEPTIVOS PARA A COMUNIDADE JOVEM

  • Mariane Carolina Almeida UNOESC
  • Ellen Cristina Bazzi
  • Isadora Lemos Buzzacaro
  • Tainara Aparecida Carneiro
  • Jéssica Maria Fachin Gemelli
  • Júlia Marcon
  • Karine Silva
  • Aniele Mecabô
  • Larissa Aparecida Vargas
  • Suzimara Velho
  • Fabiana Meneghetti DallaCosta

Resumo

As doenças infecciosas têm sido um relevante problema de saúde pública há muitos anos, sendo de extrema relevância que toda a população tenha acesso garantido ao conhecimento e saibam como prevenir estas doenças. O objetivo desta atividade de ensino foi de repassar informações sobre as infecções sexualmente transmissíveis e métodos contraceptivos, conscientizando jovens e adultos que frequentam o CEJA - Centro de Educação de Jovens e Adultos de Joaçaba, sobre a importância do uso de preservativo. Foram momentos de aprendizagem e interação entre os acadêmicos de enfermagem e os jovens e adultos. Em sua totalidade a atividade contou com 9 acadêmicas da 9ª fase do curso de enfermagem da UNOESC Joaçaba supervisionadas pela professora orientadora de estágio, bem como atingiu cerca de 400 jovens e adultos. Na oportunidade ainda foram repassadas informações sobre a realização de teste rápido para HIV, Sífilis, Hepatite B e C, bem como a importância do diagnóstico precoce. O resultado da experiência foi positivo, os participantes conseguiram aproveitar o momento para realizar questionamentos pertinentes colocando o acadêmico como mediador do conhecimento. Estas atividades favorecem a compreensão da importância da prevenção as infecções sexulamente transmissíveis por parte dos jovens e adultos, proporcionando o primeiro passo para a transformação da realidade. Além de fortalecer o vínculo entre acadêmico e população, pois os participantes foram envolvidos em todo o processo. Esse modelo de abordagem auxilia na adoção de intervenções resolutivas.

Biografia do Autor

Mariane Carolina Almeida, UNOESC
Graduada em Enfermagem pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC - Campus Joaçaba (2014). Atuou como estagiária na Farmácia Municipal da Secretaria de Saúde de Herval D Oeste - SC, contratada pelo Instituto Euvaldo Lodi. Também atuou como estagiária no Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina - HEMOSC na cidade de Joaçaba - SC. Ainda participou do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET Saúde, programa estimulado e financiado pelo Ministério da Saúde. Desenvolveu seu Trabalho de Conclusão de Curso voltado a area de Nefrologia. Atualmente mestranda em Farmacologia pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, tendo como foco de estudo a avaliação dos efeitos do tratamento com metformina e/ou sitagliptina sobre parâmetros metabólicos alterados pela dexametasona.
Publicado
13-09-2017
Como Citar
Almeida, M. C., Bazzi, E. C., Buzzacaro, I. L., Carneiro, T. A., Gemelli, J. M. F., Marcon, J., Silva, K., Mecabô, A., Vargas, L. A., Velho, S., & DallaCosta, F. M. (2017). INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E MÉTODOS CONTRACEPTIVOS PARA A COMUNIDADE JOVEM. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14681
Edição
Seção
Joaçaba - Extensão