CARACTERÍSTICAS DOS PACIENTES ONCOLÓGICOS INTERNADOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO SANTA TEREZINHA DE JOAÇABA– SANTA CATARINA NO PERÍODO ENTRE ABRIL E JUNHO DE 2017

Autores

  • Mariane Carolina de Almeida UNOESC
  • Luana Turra
  • Petra Zieher
  • Antuani Rafael Baptistella

Resumo

O câncer é um problema de saúde pública mundial e nacional, sendo a segunda doença que mais mata no mundo. São estimados 20 milhões de casos novos de câncer para 2025 no mundo. A estimativa para o Brasil no biênio 2016-2017 indica 600 mil casos novos de câncer. O câncer pode ser definido como um crescimento descontrolado de células que foram modificadas geneticamente. Existem hoje diversos tratamentos para o câncer e quanto mais rápido o diagnóstico mais eficaz será o tratamento. Alguns pacientes chegam a um estado mais crítico a nível de cuidados paliativos ou até mesmo intervenção cirúrgica onde se faz necessário a internação em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Diante disso, a presente pesquisa buscou identificar qual o perfil destes pacientes oncológicos admitidos em UTI, dentre tantas características qual o câncer que mais acomete nesta população, se são pacientes clínicos ou cirúrgicos, se há melhora com o internamento ou se não é relevante para a sua evolução, entre outros pontos a serem avaliados. A pesquisa foi realizada por meio de consulta aos prontuários com o preenchimento do instrumento de coleta de dados criado pelos autores. Nossa amostra de paciente se baseou em pacientes oncológicos, maiores de 18 anos admitidos a UTI num período de 3 meses. As doenças neoplásicas podem estar associadas à uma combinação de fatores genéticos e ambientais, bem como o avançar da idade. Pacientes oncológicos cirúrgicos possuem melhor prognostico quando comparados aos pacientes oncológicos em cuidados paliativos os quais apresentaram uma mortalidade maior.

Biografia do Autor

Mariane Carolina de Almeida, UNOESC

Graduada em Enfermagem pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC - Campus Joaçaba (2014). Pós Graduada em Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Atualmente Enfermeira na Universidade do Oeste de Santa Catarina - campus de Joaçaba e Docente no curso Técnico em Enfermagem no SENAC Joaçaba. Mestranda no Programa de Mestrado em Biociências e Saúde pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC - Campus Joaçaba.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Almeida, M. C. de, Turra, L., Zieher, P., & Baptistella, A. R. (2017). CARACTERÍSTICAS DOS PACIENTES ONCOLÓGICOS INTERNADOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO SANTA TEREZINHA DE JOAÇABA– SANTA CATARINA NO PERÍODO ENTRE ABRIL E JUNHO DE 2017. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14680

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa