CULTURA DO TRIGO (TRITICUM AESTIVUM L.) SUBMETIDA A DIFERENTES DOSES DE FOSFITO

  • Gerson Andrei Steffen Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Gilson Carlos de Bona Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Deonir José Scapin Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Cristiane Rosa Adams Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Cristiano Reschke Lajús Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

O trabalho teve por finalidade avaliar a viabilidade técnica e econômica da cultura do trigo (Tricticum aestivum L.) submetida a diferentes doses de fosfito. O experimento foi conduzido no município de Guaraciaba–SC, possuindo delineamento em blocos casualizados, com 6 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos consistiam em fungicida e diferentes doses de fosfito, aplicados nos estádios de emborrachamento antese e grão leitoso, ficando distribuídos da seguinte forma: T1 (testemunha, sem aplicação), T2: 1 L ha-1 de fosfito + óleo mineral 0,4 L ha-1, T3: fungicida 0,3 L ha-1 + óleo mineral 0,4 L ha-1, T4: 1 L ha-1de fosfito + fungicida 0,3 L ha-1 e óleo mineral 0,4 L ha-1, T5: 1,5 L ha-1 de fosfito + fungicida 0,3 L ha-1 e óleo mineral 0,4 L ha-1, T6: 2 L ha-1 de fosfito + fungicida 0,3 L ha-1 e óleo mineral 0,4 L ha-¹. As variáveis foram peso hectolitro, massa de mil grãos, rendimento, severidade e viabilidade econômica. Os dados foram submetidos à análise de variância pelo teste F e as diferenças entre médias foram comparadas pelo teste de Tukey (P≤0,05). Análise estatística revelou efeito significativo para a variável severidade em relação ao fator estádio ontogênico.
Publicado
13-09-2017
Como Citar
Steffen, G. A., Bona, G. C. de, Scapin, D. J., Adams, C. R., & Lajús, C. R. (2017). CULTURA DO TRIGO (TRITICUM AESTIVUM L.) SUBMETIDA A DIFERENTES DOSES DE FOSFITO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14667
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Ensino