AMPLIAÇÃO DA INDÚSTRIA DE ARTEFATOS DE CIMENTO: IMPLANTAÇÃO DE UMA ESTRIBADEIRA AUTOTRAVANTE

  • Giani Cendron Unoesc
  • Mirian Raquel Deon Unoesc

Resumo

O presente estudo teve por objetivo analisar a viabilidade de ampliação da Indústria de Artefatos de Cimento Deon com o segmento de Estribos Autotravante. Tem-se a necessidade do produto na região da empresa e das indústrias pesquisadas. Por esse motivo, realizou-se o estudo, verificando uma oportunidade de negócio. Para esse fim, foi avaliada a mão de obra necessária para a ampliação, e descrita a comercialização do produto. Para tanto, fez-se uma pesquisa utilizando o método quantitativo, por meio de entrevista com perguntas abertas aplicada na cidade de Videira e região. A entrevista revelou informações relacionadas ao conhecimento dos estribos autotravante e o consumo. Através do levantamento, apurou-se que há pouco consumo dos estribos na região pesquisada, tornando a ampliação inviável. Sendo assim, para consolidar a expansão é necessário vender para outras regiões também, pois somente para as empresas citadas não haveria demanda suficiente para manter o negócio. Houve, também, a análise financeira considerando o investimento inicial de R$ 104.650,00, custos fixos de R$ 53.288,00, custos variáveis de R$ 73.049,45, matéria-prima de R$ 154.602,00, TIR 15% e VPL R$ 37.203,26. Com base neste estudo, pôde-se verificar a viabilidade econômica e financeira da ampliação, porém outras regiões precisam ser exploradas para que se tenha a venda necessária para retorno financeiro em 3,7 anos.
Publicado
13-09-2017
Como Citar
Cendron, G., & Deon, M. R. (2017). AMPLIAÇÃO DA INDÚSTRIA DE ARTEFATOS DE CIMENTO: IMPLANTAÇÃO DE UMA ESTRIBADEIRA AUTOTRAVANTE. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14607
Edição
Seção
Videira - Ensino