A DESIGUALDADE DE GÊNERO NO MERCADO DE TRABALHO: UMA PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DE VIDA DAS TRABALHADORAS DO SETOR PRODUTIVO NA INDÚSTRIA METAL MECÂNICA NO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA.

  • Juliane Fior Pereira Duarte Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Tania Maria dos Santos NODARI Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

A entrada da mulher no mercado de trabalho intensifica-se a partir da II Guerra Mundial sendo este  processo um dos fenômenos sociais mais importantes dos últimos tempos. As mulheres passaram a ocupar espaços até então considerado masculinos, descobriram novas capacidades, melhoraram a autoestima e como consequência reduziram os distanciamentos entre os trabalhos considerados masculinos e femininos.  Apesar das conquistas, em muitos setores as mulheres enfrentam dificuldades relacionadas à dupla jornada, discriminação de diversas formas, inclusive a salarial, mesmo tendo, maior grau de escolaridade. Neste cenário, o objetivo deste trabalho é analisar a qualidade de vida e a percepção sobre a desigualdade de gênero das mulheres que atuam no setor produtivo na indústria metal mecânica no meio oeste de Santa Catarina, um setor predominantemente masculinizado. Para atingir os objetivos propostos, empregaram-se as abordagens da pesquisa qualitativa. Como técnicas de pesquisa utilizou-se a pesquisa bibliográfica e de campo, em duas etapas: a primeira levantando dados junto às empresas filiadas ao SINDIMEC e a segunda junto às mulheres que atuam no setor metal-mecânico. Como resultados preliminares identificou-se que nas empresas filiadas ao SINDIMEC trabalham 28 mulheres na área de produção. Estas mulheres, foco das pesquisa,  serão entrevistadas na segunda etapa que será realizada no segundo semestre de 2017.  

Palavras-chave: Trabalho feminino. Igualdade de gênero. Setor metal-mecânico.  Qualidade de vida. Meio Oeste de SC.

Biografia do Autor

Juliane Fior Pereira Duarte, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Aluna concluinte do Curso de Administração da Unoesc - Capinzal. Bolsista de Iniciação Científica.
Tania Maria dos Santos NODARI, Universidade do Oeste de Santa Catarina
Doutora em Ciências Sociais (UNiversidade Pablo de Olavide de Sevilla), Mestre em Administração Moderna de Negócios (FURB), Especialista em Gestão de Recursos Humanos (Unoesc). Professora e coordenadora de cursos de graduação e pós graduação da Unoesc-Joaçaba. Co-editora da Revista Unoesc & Ciência.
Publicado
13-09-2017
Como Citar
Duarte, J. F. P., & NODARI, T. M. dos S. (2017). A DESIGUALDADE DE GÊNERO NO MERCADO DE TRABALHO: UMA PERCEPÇÃO SOBRE A QUALIDADE DE VIDA DAS TRABALHADORAS DO SETOR PRODUTIVO NA INDÚSTRIA METAL MECÂNICA NO MEIO OESTE DE SANTA CATARINA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14571
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa