RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL: cooperativas de crédito de Capinzal e região

Autores

  • Aline de Souza UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal
  • Adriana Gonsalves de Araujo Rauber UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal
  • Daiane Pilger UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal
  • Diego Bortoluzzi UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal
  • Jardel Furtado UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal
  • Izolete dos Santos Riqueti UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal
  • Lauro Antônio Hecht UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Resumo

Com uma nova visão de economia que surgiu na década de 1990, extinguiu-se a preocupação voltada somente ao poder econômico e aos negócios. Começou-se a perceber a degradação ambiental do planeta e também os problemas sociais, como a exploração do trabalho e o abuso da economia. Com o intuito de amenizar os efeitos nocivos das suas atividades, as organizações aliaram-se a projetos que cuidam da sociedade e do meio ambiente. O presente artigo tem como objetivo identificar como a responsabilidade social e ambiental tem se efetivado nas cooperativas de crédito de Capinzal e região, já que esta é uma prática atual e que se tornou um diferencial na busca de clientes e colaboradores, fenômeno recente que agrega valor às organizações.  Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliográfica em artigos e livros, análise de dados e argumentação, baseadas nos autores estudados e na pesquisa realizada. O tipo de pesquisa, aplicada em 10 cooperativas, foi quanti-qualitativa, pois verifica aspectos qualitativos das questões aplicadas. As cooperativas, como sistema econômico, já são a segunda maior rede do mercado financeiro e se baseiam em valores de ajuda mútua, responsabilidade, democracia, igualdade, equidade e solidariedade. Isso tem sido disseminado cada vez mais na sociedade, pelo modo de atuar que as diferem das outras instituições financeiras. A adesão a projetos sociais e ambientais, a preocupação com a comunidade e a própria forma de gestão cooperativista, fazem com que as cooperativas se mantenham no mercado e exerçam a sua responsabilidade na política de sustentabilidade.

Biografia do Autor

Aline de Souza, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Acadêmica do curso de Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, campus aproximado de Capinzal

Adriana Gonsalves de Araujo Rauber, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Acadêmica do curso de Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, campus aproximado de Capinzal

Daiane Pilger, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Acadêmica do curso de Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, campus aproximado de Capinzal

Diego Bortoluzzi, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Acadêmico do curso de Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, campus aproximado de Capinzal

Jardel Furtado, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Acadêmico do curso de Administração da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, campus aproximado de Capinzal

Izolete dos Santos Riqueti, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Professora da Área das Ciências das Humanidades da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Lauro Antônio Hecht, UNOESC - Universidade do Oeste de Santa Catarina, campus aproximado de Capinzal

Professor da Área das Ciências das Humanidades da Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Souza, A. de, Rauber, A. G. de A., Pilger, D., Bortoluzzi, D., Furtado, J., Riqueti, I. dos S., & Hecht, L. A. (2017). RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL: cooperativas de crédito de Capinzal e região. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14473

Edição

Seção

Joaçaba - Ensino