AVALIAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DO MILHO E TRIGO E QUALIDADE QUÍMICA DO SOLO SOBRE INFLUÊNCIA DE DIFERENTES DOSES DE CINZA

Autores

  • Jaqueline Gaio Spricigo Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê
  • Gabriela Naibo Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê
  • Whelyton Eduardo Candido Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê
  • Dioni Martineli Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê
  • Mauricio Vicente Alves Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Xanxerê

Resumo

A agricultura sustentável faz-se necessario o uso de estratégias, como a reutilização de resíduos proveniente de materiais vegetais. Objetivaram-se avaliar a qualidade química do solo e atributos da cultura do milho e trigo sob diferentes doses de cinza. O trabalho de campo foi realizado na Escola Agrícola La Salle, Xanxerê/SC. O delineamento experimental foi blocos ao acaso com 5 repetições. Os tratamentos foi doses de cinza (0; 3,5; 7; 14; 28 e 56 t/ha) aplicados nas culturas de trigo e milho. Foram realizados os tratos culturais necessários. Avaliou-se no trigo a emergência, produtividade e qualidade de grão. No milho a cinza foi aplicada 50 % no plantio e o restante em V7, avaliou-se a produtividade, teores de nutrientes, metais em grãos e peso de mil sementes. Os dados foram submetidos ao teste F. Em trigo doses acima de 20t reduz o número de plantas emergidas. A dose de maior produtividade foi 20,6t/ha. O peso de mil sementes aumentou 0,0115g por tonelada adicional de cinza. Ocorreu melhorias no solo após o cultivo do milho, no pH, MO, CTC e nos teores de P, K, Ca e Cu, Zn. Nos grãos de milho há decréscimo dos metais Fe, Co, Ni. Os teores de Ca, Mg e N não variaram com a dose, porem P e K as melhores doses se enquadram em 33,2 e 19,8 t/ha, respectivamente. O número de grãos por espiga teve o valor máximo na dose de 11t/há e o peso de mil sementes apresentou acréscimo de 0,0008g por tonelada adicional. A adição de cinza proveniente de indústria de celulose se mostra viável para beneficiar os componentes de rendimento do trigo e milho.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Gaio Spricigo, J., Naibo, G., Candido, W. E., Martineli, D., & Alves, M. V. (2017). AVALIAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DO MILHO E TRIGO E QUALIDADE QUÍMICA DO SOLO SOBRE INFLUÊNCIA DE DIFERENTES DOSES DE CINZA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14418

Edição

Seção

Xanxerê - Pesquisa