Intoxicação alimentar em cães e gatos

Autores

  • Stella Cordi Cidral Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Andreza da Silva Vicente Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Lais Villa Demetrio Universidade do Oeste de Santa Catarina https://orcid.org/0000-0002-7745-6757

Resumo

A fim de orientar os proprietários sobre o perigo de alguns alimentos humanos que podem causar intoxicação em animais e até mesmo levar ao óbito, foi realizada esta revisão bibliográfica com os alimentos que levam a uma maior ocorrência em felinos e caninos.  Entre eles estão: cebola, alho, chocolate, chás, café, abacate, uva, feijão e alimentos contendo xilitol. O mecanismo de toxicidade, métodos de diagnóstico e aspectos histopatológicos, clínicos e terapêuticos das intoxicações alimentares, variam conforme a espécie, quantidade ingerida e o tipo de alimento, mas em geral os sinais clínicos da intoxicação consistem em: vômito, diarreia, tremores, apatia, depressão e dor abdominal. O chocolate é o exemplo mais clássico devido a sua alta palatabilidade, ocorrendo a intoxicação devido a substancias que o compõe: a teobromina e a metilxantina. A teobromina pode variar sua concentração devido ao tipo de chocolate, por exemplo, o branco possui menor concentração. Esta substância possui uma meia vida muito longa, podendo levar até seis dias para ser eliminada, causando hipertensão, bradicardia ou taquicardia, tremores ou incontinência urinaria. Já a metilxantina é altamente lipossolúvel, podendo atravessar a barreira hematoencefálica e placentária, competindo no sistema nervoso central com a adenosina, fazendo com que se tenha um quadro de excitação. Caso o animal tenha ingerido algum destes alimentos, o proprietário deve procurar um médico veterinário para os primeiros cuidados, mesmo antes da manifestação dos sinais clínicos.

Biografia do Autor

Stella Cordi Cidral, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Acadêmica da 6ª fase do curso de Medicina Veterinária - Unoesc Campos Novos.

Andreza da Silva Vicente, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Acadêmica da 6ª fase do curso de Medicina Veterinária - Unoesc Campos Novos.

Lais Villa Demetrio, Universidade do Oeste de Santa Catarina

É Mestre em Ciência Animal (2016) e Médica Veterinária (2014) pela Universidade do Estado
de Santa Catarina (UDESC). Atualmente é Professora e Pesquisadora da Universidade do Oeste
de Santa Catarina (UNOESC), do curso de Medicina Veterinária em Campos Novos/SC. Presta
serviço de anestesia em pequenos animais, para clínicas veterinárias particulares. Tem
experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Anestesiologia.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Cidral, S. C., Vicente, A. da S., & Demetrio, L. V. (2017). Intoxicação alimentar em cães e gatos. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14376

Edição

Seção

Joaçaba - Pesquisa