MÉTODO DERMATOGLÍFICO: UMA FERRAMENTA PARA OBSERVAÇÃO DA CAPACIDADE MOTORA DE FORÇA MUSCULAR

Autores

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar a presença de uma marca dermatoglífica característica da capacidade motora de força muscular de membros superiores (MMSS), em crianças e adolescentes do sexo feminino. A amostra foi composta por 1.002 meninas, com idades entre os 10 e 16 anos, da cidade de Joaçaba, Santa Catarina, Brasil. Para avaliação da força muscular utilizou-se o teste de Força Explosiva de MMSS, arremesso de medicine ball. Os indivíduos foram separados nos grupos Fraco, Razoável, Bom, Muito Bom e Excelente de acordo com os resultados obtidos no teste. Para coleta, processamento e análise das impressões digitais utilizou-se o processo informatizado de leitura dermatoglífica, Leitor Dermatoglífico®. Os resultados encontrados demonstraram a presença das marcas dermatoglíficas Verticilo (W) no grupo Fraco, Arco (A) no grupo Bom e Presilha Ulnar (LU) no grupo Muito Bom, nas impressões digitais no dedo mínimo da mão direita (MDT5). Estes resultados indicam a presença de uma marca dermatoglífica que caracteriza a predisposição genética para diferentes níveis de força muscular de membros superiores em meninas. A Dermatoglifia apresenta-se como um método eficaz, que possibilita observar as potencialidades neuromotoras, como a força muscular, a partir de características hereditárias e desenvolvimento fetal expressas nas impressões digitais dos dedos das mãos.

Biografia do Autor

Rudy José Nodari Júnior, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Professor da Universidade do Oeste de Santa Catarina, coordena o Laboratório de Fisiologia do Exercício desta Instituição e é membro permanente do programa de pós-graduação nível mestrado (Mestrado em Biociências na Saúde - em formação).

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Souza, R., Souza, R., Mees, M. de S. A., Mees, M. de S. A., Fin, G., Souza, R., Fin, G., Fin, G., Mees, M. de S. A., & Nodari Júnior, R. J. (2017). MÉTODO DERMATOGLÍFICO: UMA FERRAMENTA PARA OBSERVAÇÃO DA CAPACIDADE MOTORA DE FORÇA MUSCULAR. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14344

Edição

Seção

PIBIC- CNPq