PERCEPÇÃO DE ESCOLARES SOBRE A DANÇA

  • Lucas José Bissani Nogueira da Silva Unoesc
  • Marly Baretta Unoesc

Resumo

A dança, por meio da execução de movimentos ritmados e expressivos, pode representar sentimentos, despertar a criatividade, propiciar comunicação, ser uma opção de lazer. Contribui para a manutenção ou desenvolvimento de capacidades físicas, promove a socialização e desenvolvimento da cultura humana. Na escola, vem sendo cada vez mais trabalhada oportunizando algumas mudanças significativas na qualidade de vida do aluno. O objetivo do estudo foi investigar, a percepção que os escolares possuem sobre a dança. A pesquisa se caracterizou como aplicada, quantitativa e descritiva. Constituíram a população deste estudo 286 alunos que estudam no 7º, 8º e 9º ano de duas escolas do município de Joaçaba. A coleta de dados foi realizada pelo acadêmico responsável pela pesquisa nas próprias escolas, utilizando-se de um questionário. Foi solicitada uma autorização para as escolas, bem como para os pais dos alunos. Para a análise dos dados, utilizou-se a estatística descritiva. A maior parte dos alunos (88%) não participa de grupos de dança fora da escola, embora goste de dançar (61%). A inclusão da dança nas aulas de Educação Física foi aceita por 52,4% dos alunos. A falta de interesse (43,7%) do sexo masculino predomina quando indagados sobre sua participação nas aulas de dança na escola, e as contribuições para saúde dos praticantes (71,7%) foram as mais evidenciadas pelos alunos. Entende-se que a percepção dos alunos com relação à dança é diferente havendo semelhanças entre indivíduos do mesmo sexo e perspectivas díspares entre ambos os sexos.

Biografia do Autor

Lucas José Bissani Nogueira da Silva, Unoesc
Área das Ciências da Vida
Marly Baretta, Unoesc
Área das Ciências da Vida
Publicado
13-09-2017
Como Citar
Silva, L. J. B. N. da, & Baretta, M. (2017). PERCEPÇÃO DE ESCOLARES SOBRE A DANÇA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14238
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa