POSICIONAMENTO DOS MÉDICOS EM RELAÇÃO AOS MEDICAMENTOS GENÉRICOS

  • ANA PAULA SCHERER DE BRUM UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA
  • Joceli Mackievicz UNOESC

Resumo

Os medicamentos exercem uma função primordial na proteção e recuperação da saúde, além de auxiliarem na melhoria e manutenção da qualidade de vida do ser humano. No entanto, aproximadamente um terço da população mundial tem dificuldade de acesso a medicamentos, pelos elevados preços, sendo que essa proporção aumenta para 50% em países em desenvolvimento. O presente artigo propõe-se a analisar o posicionamento dos médicos a respeito dos medicamentos genéricos. Realizou-se um estudo transversal com 20 médicos cooperados e credenciados da cooperativa de trabalho médico - UNIMED, que atuam em consultórios particulares. Elaborou-se um questionário com perguntas para avaliar o conhecimento e opinião sobre os medicamentos genéricos. Os resultados demonstram baixa prescrição, falta de confiança na eficácia, e restrição na prescrição e na troca do medicamento de referência pelo genérico. Este estudo aponta a necessidade de maior fiscalização quanto à eficácia comparada com o medicamento de marca para aumentar a credibilidade por parte do profissional médico e assim ampliar a prescrição dos genéricos.
Publicado
13-09-2017
Como Citar
SCHERER DE BRUM, A. P., & Mackievicz, J. (2017). POSICIONAMENTO DOS MÉDICOS EM RELAÇÃO AOS MEDICAMENTOS GENÉRICOS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/14067
Edição
Seção
Videira - Pesquisa