CULTURA E GESTÃO FAMILIAR: LIMITES E POSSIBILIDADES

  • Aline Wagner Menghetti
  • Sayonara Fátima Teston Universidade do Oeste de Santa Catarina - Chapecó

Resumo

Cultura organizacional e gestão familiar são temas relevantes.  Com vistas a estes temas, o estudo teve como objetivo identificar aspectos da cultura em uma empresa de gestão familiar. Trata-se de uma pesquisa descritiva cujos instrumentos de coleta de dados utilizados foram uma entrevista semi estruturada com o casal fundador  e um questionário baseado no Instrumento Brasileiro para avaliação da Cultura Organizacional aplicado a 55 colaboradores de uma empresa do ramo têxtil localizada em um município do norte gaúcho. A análise dos dados partiu da estatística descritiva para os dados quantitativos e da análise de conteúdo com estabelecimento de categorias a partir da entrevista e da fundamentação teórica. Em um segundo momento, utilizou-se do método da triangulação para análise dos resultados. Como principais conclusões percebeu-se que os valores percebidos e colocados em prática são a paixão, ambição e ousadia, que são traduzidos em empreendedorismo, gerando bem- estar e uma busca constante por resultados positivos.
Publicado
13-09-2017
Como Citar
Menghetti, A. W., & Teston, S. F. (2017). CULTURA E GESTÃO FAMILIAR: LIMITES E POSSIBILIDADES. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/13919
Edição
Seção
Chapecó - Ensino