COMPARAÇÃO ENTRE DESEMPENHO MOTOR DE PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DE FUTEBOL

Autores

Resumo

O desempenho motor está relacionado com a qualidade de realização de atividades corporais cotidianas. O presente estudo teve como objetivo analisar o equilíbrio, organização espacial e tempo de reação de praticantes e não praticantes de futebol. Participaram 22 sujeitos com idade entre 9 e 10 anos divididos em 2 grupos de 11 crianças, os que praticavam futebol com duração de uma hora, duas vezes por semana a pelo menos seis meses e tinham aula de educação física, e os que praticavam apenas a educação física escolar. Foi realizado uma análise estatística descritiva e inferencial, utilizando o programa SPSS® 21.0 com nível de significância de 5%. Verificou-se que os sujeitos praticantes e não praticantes de futebol não apresentaram diferenças entre si, na idade, no equilíbrio, na organização espacial e no tempo de reação (p>0,5). Ressalta-se que em ambos os grupos a idade motora do equilíbrio e da organização espacial são inferiores a idade cronológica (p=0,02; p=0,01). Conclui-se que o futebol praticando apenas duas vezes por semana, em um período de seis meses não melhora o equilíbrio, a organização espacial e o tempo de reação, na comparação com crianças que não a praticam.

Biografia do Autor

José Eduardo Esteres Toniazzo, Unoesc

Graduado em Educação Física

Rafael Cunha Laux, Universidade do Oeste de Santa Catarina

Mestre em Educação Física (UFSM), Especialista em Personal Training (UNOESC). Professor do Curso de Educação Física da UNOESC Campus Chapecó.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Toniazzo, J. E. E., & Laux, R. C. (2017). COMPARAÇÃO ENTRE DESEMPENHO MOTOR DE PRATICANTES E NÃO PRATICANTES DE FUTEBOL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/13787

Edição

Seção

Chapecó - Pesquisa