A SIGNIFICAÇÃO DO MORAR E O BEM-ESTAR SOCIAL

Autores

  • Micheli Pereto
  • Fernanda Streppel
  • Sayonara Fátima Teston Universidade do Oeste de Santa Catarina - Chapecó

Resumo

No Brasil, mais do que direito a um lugar adequado para viver com segurança e conforto, as pessoas devem ter um espaço que garanta a qualidade de vida dos moradores. Neste contexto, o trabalho teve como objetivo sensibilizar os acadêmicos a refletir sobre a importância subjetiva da moradia na contemporaneidade. Como atividade da disciplina de Técnicas de Intervenção Psicossocial, realizou-se um grupo de discussão no Curso de Psicologia, no qual surgiram os temas dos significados atribuídos à moradia; a importância que a casa própria tem a partir da visão dos participantes para promoção do bem-estar social; e, os laços afetivos que unem os participantes à sua habitação. Percebeu-se que é possível o estabelecimento de vínculos entre sujeito e objeto, neste caso, representado pela morandia. Além disso, a moradia possui importante representação psíquica pois projetam-se nela aspectos psicológicos que vão além das necessidades básicas de segurança, já que simboliza fatores relacionados a status social e de autoafirmação pessoal, além de se constituir como um espaço de expressão consciente e inconsciente do indivíduo. Percebe-se que há possibilidades de estudos sobre as novas configurações residenciais e o significado dos imóveis sob o ponto de vista do pós-modernismo.

Downloads

Publicado

13-09-2017

Como Citar

Pereto, M., Streppel, F., & Teston, S. F. (2017). A SIGNIFICAÇÃO DO MORAR E O BEM-ESTAR SOCIAL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/13776

Edição

Seção

Chapecó - Ensino