ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DO ÓLEO ESSENCIAL DE SALVIA OFFICINALIS (SALVIA COMUM) EM EXTRAÇÕES CIRCADIANAS DE COLETAS NAS ESTAÇÕES DA PRIMAVERA E VERÃO

  • Alexandre Tiburski Neto
  • Matheus Eugenio Bortolanza

Resumo

A pesquisa com produtos naturais com atividade antimicrobiana aumentou significativamente nos últimos anos, sendo os óleos essenciais importantes fontes de substâncias ativas frente a microrganismos patogênicos. As folhas de Salvia officinalis L. (Lamiaceae) são muito utilizadas na culinária como condimento e aromatizante. Na sua constituição química, podem ser encontrados importantes compostos ativos que conferem a essa planta inúmeras atividades biológicas. Destacam-se às suas propriedades: antimicrobiana, anticárie e anti-inflamatória. Seu óleo essencial é rico em cineol, tujona, cânfora e borneol, substâncias que conferem à planta boa parte de suas atividades biológicas. O objetivo principal dessa pesquisa foi avaliar o potencial antimicrobiano do óleo essencial de Salvia officinalis (Salvia comum), em coletas circadianas realizadas no Verão e Primavera. A atividade antimicrobiana foi determinada pela técnica de Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Letal Mínima (CLM). Os óleos não foram ativos nas concentrações testadas frente a fungos. Para bactérias, os maiores MIC e CLM foram obtidos frente ao microrganismo Bacillus subtilis ATCC 6633 na coleta do verão no horário das 19h:30min. Os valores de MIC e CLM obtidos foram de 125 mg/ml.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Tiburski Neto, A., & Bortolanza, M. E. (2016). ATIVIDADE ANTIMICROBIANA DO ÓLEO ESSENCIAL DE SALVIA OFFICINALIS (SALVIA COMUM) EM EXTRAÇÕES CIRCADIANAS DE COLETAS NAS ESTAÇÕES DA PRIMAVERA E VERÃO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11779
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Pesquisa