ESTRESSE OXIDATIVO, GENOTOXICIDADE E HEPATOTOXICIDADE RELACIONADOS À EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL A AGROTÓXICOS EM AGRICULTORES DO EXTREMO OESTE CATARINENSE

  • Tiago Mateus Andrade Vidigal
  • Elaine Eloiza Cortellini Landivar
  • Bárbara Lidiane Kummer Mallmann

Resumo

Este trabalho objetivou a avaliar os efeitos deletérios decorrentes da exposição
a agrotóxicos em trabalhadores rurais do Extremo Oeste de Santa Catarina. Foram
avaliados 200 indivíduos divididos entre grupo teste (100 indivíduos ocupacionalmente
expostos a agrotóxicos) e grupo controle (100 indivíduos não expostos). Realizaram-se
dosagens dos marcadores de exposição a agrotóxicos colinesterases plasmática e
eritrocitária; Provas hepáticas: AST/TGO, ALT/TGP, GGT, Fosfatase Alcalina, Albumina;
Marcadores de estresse oxidativo: SOD e TBARs; Indicadores de lesões ao DNA: Ensaio
Cometa e Teste de Micronúcleo. Foi realizado teste de Mann-Whitney para a comparação
das médias entre os grupos. As dosagens de colinesterase plasmática e eritrocitária,
AST/TGO, ALT/TGP, GGT e Fosfatase Alcalina, foram significativamente maiores no
grupo teste. Os marcadores de estresse oxidativo TBARs e SOD, apresentaram médias
significativamente maiores no grupo teste. Os scores do Ensaio Cometa apresentaram-se
maiores no grupo teste e a frequência de micronúcleos foi significativamente maior no
grupo teste. Estes dados sugerem que a população ocupacionalmente exposta a
agrotóxicos apresenta efeitos deletérios decorrentes da exposição. Os indivíduos do
grupo teste apresentaram maiores índices de lesões hepáticas.A presença de maiores
índices de estresse oxidativo e de danos ao material genético no grupo teste, sugere que
esta população está mais sujeita ao envelhecimento precoce, além de apresentar maior
risco no desenvolvimento de doenças inflamatórias e lesões precursoras de doenças
como o câncer.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Vidigal, T. M. A., Landivar, E. E. C., & Mallmann, B. L. K. (2016). ESTRESSE OXIDATIVO, GENOTOXICIDADE E HEPATOTOXICIDADE RELACIONADOS À EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL A AGROTÓXICOS EM AGRICULTORES DO EXTREMO OESTE CATARINENSE. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11719
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Pesquisa