FATORES DE RISCO CORONARIANO EM ACADÊMICOS DO GÊNERO MASCULINO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO MIGUEL DO OESTE – SC

  • Andréa Jaqueline Prates Ribeiro
  • Leila Salvini
  • Dara Claudia de Oliveira Ferrasso
  • Daniel Nunes

Resumo

As doenças cardiovasculares tem ganho destaque nos últimos anos devido aos
altos índices de mortalidade. Por este motivo, é necessário conhecer a prevalência dos
fatores de risco coronariano. O objetivo do presente estudo foi verificar as categorias de
risco em que se encontram os acadêmicos do gênero masculino do Curso de Educação
Física da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Campus São Miguel do Oeste – SC. O
presente estudo foi realizado no componente curricular de Medidas e Avaliação em
Atividade Física (Curso de Licenciatura em Educação Física) em 2016/01. A amostra foi
composta por 69 acadêmicos na faixa etária de 10 a 20 anos, conforme a classificação
dada pelo questionário de Avaliação do Risco Coronariano utilizado, sendo este
instrumento de coleta de dados, constituído por oito fatores de risco: idade,
hereditariedade, peso, tabagismo, exercício, percentual de colesterol, pressão arterial e
sexo. Cada fator de risco possui seis opções de resposta. Toda resposta equivale a um
escore que representa o risco coronariano relativo aquele fator. A soma dos escores
obtidos nas respostas dos oito fatores corresponde a uma pontuação que representa o
risco coronariano. A coleta de dados aconteceu a partir da entrega dos questionários aos
acadêmicos nas salas de aula e após uma breve explicação sobre o preenchimento do
mesmo, os alunos responderam e fizeram a devolutiva dos mesmos. Os resultados
alcançados demonstraram que 46 acadêmicos encontram-se classificados como risco
abaixo da média, 13 na categoria de risco bem abaixo da média e 10 como risco médio.
Conclui-se que a maioria dos acadêmicos apresentaram resultados satisfatórios quanto à
categoria de risco em que se encontram, principalmente quando comparado a outros
estudos encontrados. Dessa forma, sugere-se que os estudantes do Curso de Educação
Física avaliados estabeleçam medidas de prevenção e controle dos fatores de risco para
doenças cardiovasculares com foco a minimizar cada vez mais a participação destes
fatores no desenvolvimento das doenças cardiovasculares, uma vez que trata-se de um
grupo de adultos jovens.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Ribeiro, A. J. P., Salvini, L., Ferrasso, D. C. de O., & Nunes, D. (2016). FATORES DE RISCO CORONARIANO EM ACADÊMICOS DO GÊNERO MASCULINO DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO MIGUEL DO OESTE – SC. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11696
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Ensino