DENSIDADE E POROSIDADE DO SOLO EM DIFERENTES SISTEMAS DE USO

  • Claudia Klein
  • André Sordi
  • Mauriel Pedro Lazzari

Resumo

A densidade e porosidade do solo estão diretamente ligadas a qualidade física
do mesmo. O uso e manejo dos solos agrícolas interferem nas propriedades de um solo,
desta forma o objetivo deste trabalho foi avaliar a densidade do solo e a porosidade total
em dois sistemas de manejo (pastagem e lavoura). As amostras foram coletadas no
municipio de São José do Cedro, em dois sistemas de manejo, em seis profundidades
diferentes (0-5; 5-10; 10-15; 15-20; 20-25 e 25-30 cm) com três repetições. O arranjo foi
em faixas e o delineamento em parcelas subdividas. Para a coleta de amostras utilizouse
um trado adptado de Uhland e cilindros volumétricos de aproximadamente 100 cm3.
As amostras foram submetidas a metodologia proposta pela Embrapa. Após coletados os
dados, estes foram submetidos a análise de variância e comparados pelo teste de Tukey
a 5% de probabilidade de erro. Não foram constatadas diferenças estatísticas para as
variáveis analisadas e para as profundidades. Os valores de densidade obtidos nos
diferentes usos de solo variatam de 0,98 a 1,03 g cm-3, estes valores não são
considerados impeditivos para solos argilosos (média 72% para este solo), cujo valor de
referência máxima é 1,29 g cm-3. A porosidade total variou de 61 a 63% conforme o uso
e a profundidade avaliada, valores estes acima do mínimo recomendado para solos
agrícolas (50%). As técnicas de uso e manejo deste solo agrícola não alteraram as
variáveis densidade do solo e porosidade total.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Klein, C., Sordi, A., & Lazzari, M. P. (2016). DENSIDADE E POROSIDADE DO SOLO EM DIFERENTES SISTEMAS DE USO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11627
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Pesquisa