CARACTERIZAÇÃO DE AGREGADOS GRAÚDOS DISPONÍVEIS NA REGIÃO EXTREMO OESTE DE SANTA CATARINA, UTILIZADOS NA DOSAGEM DE CONCRETO

  • Loivo Bertoldi
  • Alcinei Staudt

Resumo

Devido ao elevado consumo de concreto em âmbito mundial, muito esforço tem-se consagrado no seu estudo. Tal estudo passa por seus materiais constituintes: aglomerante, água e agregados. O agregado graúdo possui o maior volume dentre os constituintes do concreto convencional, onde suas características podem influenciar diretamente na resistência final do concreto. A partir dos agregados graúdos extraídos de 8 jazidas na região Extremo Oeste de Santa Catarina utilizado na produção de concreto, foram realizados ensaios de caracterização. Pesquisa de campo junto a construtoras definiu o traço de concreto convencional mais utilizado em peso, a partir deste foram moldados corpos de prova de concreto, padronizando-se o tipo e quantidade de cimento, água e agregado miúdo, e variando-se somente o agregado graúdo em relação a sua origem. Os corpos de prova foram rompidos em três idades diferentes: sete, quatorze e vinte e oito dias. Em análise dos resultados dos ensaios percebe-se que a variação mais significativa ocorre quando compararmos a forma das partículas, bem como não há uma característica que exerce uma influência significativa sobre a resistência do concreto e sim, tal fator depende da combinação de suas características, como seu formato, a massa específica da pedra de origem do agregado, teor de finos e de material pulverulento, dentre outras. Enfim, pode-se concluir que com base em suas características, todas amostras de agregados graúdos analisadas podem ser utilizadas para produzir concretos que atendam resistências adequadas em obras de construção civil.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Bertoldi, L., & Staudt, A. (2016). CARACTERIZAÇÃO DE AGREGADOS GRAÚDOS DISPONÍVEIS NA REGIÃO EXTREMO OESTE DE SANTA CATARINA, UTILIZADOS NA DOSAGEM DE CONCRETO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11625
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Pesquisa