AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA DE PRINCÍPIOS ATIVOS A PARASITOS DE OVINOS APÓS INTERVALOS DE NÃO UTILIZAÇÃO

  • José Francisco Xavier da Rocha
  • Daniela Lippert da Silva

Resumo

A ovinocultura no Brasil vem crescendo a cada ano, baseada em uma alternativa
econômica para pequenos e médios produtores rurais gerando assim uma renda extra para o
agronegócio. Porem as parasitoses gastrintestinais prejudicam diretamente esta atividade, fazendo
com que seja considerado um dos pontos principais que afetam a produção de pequenos
ruminantes. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a eficácia do princípios ativo albendazole
10%, após 4 meses de não utilização desta molécula no rebanho. O experimento foi realizado na
fazenda escola/UNOESC situados na cidade de São José do Cedro- SC. Foram utilizados 50 animais de
raças Texel e Santa Inês, sendo fêmeas e cordeiros com media de 4 anos de idade. As coletas foram
realizadas em 2 momentos experimentais onde após o primeiro teste de redução de ovos e
coprocultura os animais não tiveram contato com a molécula durante seis meses foram realizados
testes de redução de ovos por gramas de fezes seguido de coprocultura. Conclui-se que ouve
redução significativa de ovos por gramas de fezes pela técnica de OPG com resultados de eficácia dos
anti-helmínticos na primeira coleta do ano de 2015: albendazol 96,75%, levamisol 64,2% e
moxidectina 34,57%, após um período de descanso de seis meses, foram avaliados somente
albendazol, por ter se mostrado efetivamente eficaz no ano de 2015 sendo que o mesmo obteve no
segundo momento experimental o resultado de 97,41% de eficácia no teste de redução de ovos, não
sendo realizada avaliação sobre as espécies avaliadas na coprocultura. sendo que os helmintos
encontrados na mesma foram dos gêneros Haemonchus spp e Trichostrongylus spp.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Rocha, J. F. X. da, & Silva, D. L. da. (2016). AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA DE PRINCÍPIOS ATIVOS A PARASITOS DE OVINOS APÓS INTERVALOS DE NÃO UTILIZAÇÃO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11621
Edição
Seção
São Miguel do Oeste - Pesquisa