AVALIAÇÃO DO PERFIL PSICOMOTOR DE ESTUDANTE COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA: UM ESTUDO DE CASO

  • Dagmar B. Mena Barreto Unoesc
  • Dhion Leno Monteiro Unoesc

Resumo

Resumo: A pesquisa investigou o perfil do desenvolvimento psicomotor de um aluno com deficiência auditiva. Foram objetivos da pesquisa: avaliar o perfil psicomotor de um aluno com deficiência auditiva; caracterizar o aluno com deficiência auditiva em relação às variáveis: sexo, idade, escolaridade e tipo/classificação da deficiência. O método é descritivo do tipo estudo de caso. Foi participante uma criança com deficiência auditiva, do sexo masculino. Para a coleta de dados duas etapas foram programas: a) Analise documental de prontuário e relatório pedagógico; b) Aplicação da Escala de Desenvolvimento Motor de Rosa Neto (2002). Quanto aos resultados o aluno apresenta idade cronológica de 8 anos e dez meses; Idade motora de 62 meses que corresponde a 5 anos e dois meses; Idade negativa de 3 anos e oito meses; Quociente motor geral de 4 anos e 10 meses que corresponde a uma classificação motora muito inferior. Os resultados demostraram defasagem de nível muito inferior nas seguintes condutas motoras: equilíbrio, motricidade global, esquema corporal, organização espacial e organização temporal. A única conduta motora que obteve índice normal médio foi a motricidade fina, com escore de 96 meses para idade motora e um quociente motor de 91 de acordo com as Escala de desenvolvimento Motor (rosa Neto, 1996). Como conclusão a pesquisa confirmou relatos encontrados na literatura quanto a defasagem do desenvolvimento motor de crianças com deficiência auditiva, entretanto recomenda-se novos estudos com ampliação do número de sujeitos participantes.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Mena Barreto, D. B., & Monteiro, D. L. (2016). AVALIAÇÃO DO PERFIL PSICOMOTOR DE ESTUDANTE COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA: UM ESTUDO DE CASO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11488
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa