TEORES DE CARBOIDRATOS ESTRUTURAIS NA PLANTA INTEIRA DO MILHO EM RESPOSTA À APLICAÇÃO DE DOSES CRESCENTES DE ADUBAÇÃO NITROGENADA

  • Marcieli Maccari Unoesc
  • Aílson Moraes Rosa
  • Adriana da Silva
  • Juliana da Silva

Resumo

Os carboidratos estruturais são representados pelos teores de fibra em detergente neutro (FDN) e de fibra em detergente ácido (FDA). O trabalho objetivou avaliar o efeito da aplicação de doses crescente de N em relação ao teor de carboidratos estruturais da planta inteira da cultura do milho. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso com quatro repetições. Foram aplicadas quatro doses crescentes de N em cobertura na forma de uréia (0, 100, 200 e 300 kg ha-¹) em dose única quando as plantas estavam em V6 a V7. Cada parcela apresentava área experimental de 33,6 m2. Para a determinação do teor de MS foram coletadas e pesadas as plantas de uma área útil de 1,2 m2 de cada parcela, quando a cultura se encontrava entre os estádios reprodutivos de grão pastoso a farináceo. Do material picado eram retirados aproximadamente 500g para serem secados em estufa de ventilação forçada a 55°C por 72 horas ou até peso constante. Os teores de FDA e FDN foram determinados através da metodologia com utilização de detergentes. Os resultados das avaliações foram submetidos à análise de variância. Quando os resultados revelaram significância a 5% de probabilidade, foram ajustadas regressões polinomiais entre os níveis de N. Os teores de FDN, FDA e MS não foram afetadas pelas doses de N aplicadas na cultura do milho. O crescimento da planta com o aumento do N disponivel não foi acompanhado pelo acúmulo dos carboidratos estruturais, dessa forma se o milho fosse utilizado para a produção de silagem o consumo animal não seria limitado pela presença destes carboidratos na planta.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Maccari, M., Rosa, A. M., Silva, A. da, & Silva, J. da. (2016). TEORES DE CARBOIDRATOS ESTRUTURAIS NA PLANTA INTEIRA DO MILHO EM RESPOSTA À APLICAÇÃO DE DOSES CRESCENTES DE ADUBAÇÃO NITROGENADA. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11351
Edição
Seção
Xanxerê - Pesquisa