INVENTÁRIO DE MORCEGOS (MAMMALIA, CHIROPTERA) EM REMANESCENTE DE MATA DO MUNICÍPIO DE HEVAL D’ OESTE – SANTA CATARINA, BRASIL

  • Ana Paula Bertotti Neres Acadêmica do curso de Ciências Biológicas - UNOESC
  • David Liposki Biasi Biólogo formado pela UNOESC
  • Fernanda Maurer D´Agostini UNOESC

Resumo

Um fator preocupante no que se diz respeito à fauna de chirópteros no Brasil e no mundo é a preocupação sobre a taxonomia mal elaborada de algumas das mais de 1.100 especies de morcegos que existem no mundo. Este estudo tem como objetivo realizar um inventário das espécies de morcegos que ocorrem num remanescente de mata localizado no município de Herval D’ Oeste, no estado de Santa Catarina. As coletas estão sendo realizadas desde o período de novembro de 2014 e seguirão até novembro de 2015, foram realizadas até o momento sete campanhas totalizando 66 horas amostral sendo o esforço amostral de seis horas por noite, sendo capturados 52 morcegos pertencentes a duas famílias sendo Phyllostomidae e Vespertilionidae, sendo 83% (n = 43) pertencentes à família Phyllostomidae e 17% (n = 9) pertencentes à família Vespertilionidae. Phyllostomidae apresentou maior número de captura em relação aos espécimes, sendo representada por duas espécies, Sturnira lilium 65,38% (n = 34) e Artibeus lituratus 17,3% (n = 9). A família Vespertilionidae foi representada até o momento pelas espécies Eptesicus furinalis com 5,8% (n = 3), Myotis nigricans com 7,7% (n = 4) Myotis riparius com 1,92% (n = 1) e Eptesicus taddei com 1,92% (n = 1).

Biografia do Autor

Fernanda Maurer D´Agostini, UNOESC

Bióloga formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Especialista em Sistemática e Biodiversidade Animal (PUCRS), Mestre em Biociências (PUCRS) e Doutora em Zoologia (PUCRS). Atualmente trabalho na linha de pesquisa Biologia de agentes infectocontagiosos da UNOESC.

Publicado
24-08-2016
Como Citar
Neres, A. P. B., Biasi, D. L., & D´Agostini, F. M. (2016). INVENTÁRIO DE MORCEGOS (MAMMALIA, CHIROPTERA) EM REMANESCENTE DE MATA DO MUNICÍPIO DE HEVAL D’ OESTE – SANTA CATARINA, BRASIL. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11162
Edição
Seção
Joaçaba - Ensino