A BIOSSEGURANÇA EM CENTROS DE ESTÉTICA E SALÕES DE BELEZA DE VIDEIRA/SC

  • Vanessa Wegner Agostini Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Patricia Toneta Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

Entre os principais riscos que acometem os profissionais da área da Beleza e Estética e as pessoas que utilizam seus serviços, estão as doenças fúngicas, bacterianas e virais. A partir desta premissa, a presente pesquisa objetivou analisar como as medidas de biossegurança, estabelecidas para a área, são efetivadas nos Centros de Estética e Salões de Beleza de Videira/SC. Foram visitados 93 estabelecimentos, a partir da lista fornecida pela Vigilância Sanitária e aplicado questionário aos proprietários de 68 desses estabelecimentos, que concordarem em participar da pesquisa. A partir da análise dos resultados, constatou-se que existe uma concentração de serviços em áreas como cabeleireiro e manicure, mas uma carência de profissionais em áreas como podologia, estética corporal e facial e maquiagem definitiva. Quanto à limpeza e sanitização diária do ambiente, essas são realizadas de forma consciente. Com relação à esterilização por autoclave, como preconizado pela ANVISA, somente 55% dos estabelecimentos realizam essa prática. A pesquisa ainda, revelou que 88% dos funcionários são vacinados contra a hepatite B, mas 72% não realizam exames anualmente. Quanto aos EPI’s e EPC’s, a maioria faz uso dos mesmos. No que diz respeito ao gerenciamento de resíduos, somente 58% faz a separação do lixo orgânico do químico e 72% indicaram que não dão o destino correto aos perfurocortantes. De modo geral, foi possível constatar que os profissionais da área da beleza conhecem as medidas de biossegurança, mas lhes falta formação específica e instruções preventivas.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Agostini, V. W., & Toneta, P. (2016). A BIOSSEGURANÇA EM CENTROS DE ESTÉTICA E SALÕES DE BELEZA DE VIDEIRA/SC. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/11075
Edição
Seção
Videira - Pesquisa