AVALIAÇÃO DA IMUNOGENICIDADE DE PEPTÍDEOS DA PROTEÍNA GP63 DE TRYPANOSOMA RANGELI E APLICABILIDADE NO DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO

  • Maria Victória Branco Flores UNOESC-Joaçba
  • Leticia Baldissera UNOESC-Joaçaba
  • Geisson Marcos Nardi
  • Adarly Kroth UNOESC-JBA
  • Glauber Wagner UFSC

Resumo

O Trypanosoma cruzi, agente causador da doença de Chagas, possui em comum com o Trypanosoma rangeli, causador da rangeliose, antígenos que comprometem o diagnóstico sorológico diferencial da doença de Chagas, podendo haver resultados falsos positivos nos exames sorológicos para esta doença. Deste modo, o presente estudo avaliou um peptídeo TKPPPKEGEEYG da proteína GP63 de T. rangeli, como possível marcador diferencial para o diagnóstico sorológico desta doença. Antissoros policlonais anti-Tc e anti-Tr foram obtidos através da infecção experimental de camundongos Swiss e antissoros anti-peptídeos pela imunização de camundongos Swiss com 50 μg de cada peptídeo. Os ensaios de ELISA foram realizados em placas sensibilizadas com 10 μg/poço do peptídeo. Já os ensaios de imunoblotting foram realizados com 25μg de proteínas solúveis de formas epimastigotas destes parasitos. Os antissoros foram avaliados nas diluições de 1:50 à 1:400. Ensaios de ELISA utilizando o peptídeo como antígeno resultaram em reconhecimento homólogo pelos antissoros anti-Tr. A avaliação da imunogenicidade, realizada através das técnica de imunoblotting e ELISA utilizando os antissoros anti-peptídeo, revelaram um fraco reconhecimento tanto das proteínas solúveis dos parasitos quanto do próprio peptídeo como antígeno, demonstrando que este peptídeo apresenta baixa imunogenicicidade quando utilizado isoladamente. Porém, o seu reconhecimento específico por soros homólogos demonstra que este peptídeo apresenta um potencial marcador sorológico diferencial para T. rangeli.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Flores, M. V. B., Baldissera, L., Nardi, G. M., Kroth, A., & Wagner, G. (2016). AVALIAÇÃO DA IMUNOGENICIDADE DE PEPTÍDEOS DA PROTEÍNA GP63 DE TRYPANOSOMA RANGELI E APLICABILIDADE NO DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/10995
Edição
Seção
PIBIC- CNPq