COMPREENSÕES ACERCA DE IDOSOS ASILADOS

  • Sayonara Fátima Teston Universidade do Oeste de Santa Catarina
  • Samantha Lauren Lorini Universidade do Oeste de Santa Catarina

Resumo

O envelhecimento populacional vem sendo evidenciado em todo o mundo e este crescente aumento da população idosa traz desafios constantes para os órgãos governamentais e para a sociedade. Dessa forma, faz-se necessária a compreensão de um novo fenômeno da vida humana: a permanência cada vez maior dos indivíduos na etapa da velhice. Neste sentido, o objetivo geral do trabalho foi observar idosos em um asilo na cidade de Nonoai – Rio Grande do Sul. Considerando-se o resgate teórico e as observações realizadas, infere-se que quando se trata de idosos institucionalizados, a descrição do processo de envelhecimento torna-se ainda mais afeita a uma solidão que se associa ao peso da perda de autonomia e de atividade. Entendeu-se que a velhice é um processo de inúmeras alterações na trajetória de vida dos indivíduos. Cada contexto tem suas particularidades, assim, as formas de revelar o significado da velhice e o processo de envelhecer para os idosos dependerão de como viveu essa pessoa e como lidam com as adaptações e enfrentamentos cotidianos. Dessa maneira, cada indivíduo responde ao envelhecimento de maneira diferente, conforme a história de vida pessoal, das redes sociais, da disponibilidade de suporte afetivo, do sistema de valores pessoais e do estilo de vida adotado por cada um.
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Teston, S. F., & Lorini, S. L. (2016). COMPREENSÕES ACERCA DE IDOSOS ASILADOS. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/10991
Edição
Seção
Chapecó - Ensino