AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS PACIENTES APÓS TRATAMENTO ORAL PROTÉTICO

  • Leonardo Flores Luthi Unoesc
  • Beatriz Mattevi

Resumo

O objetivo desse estudo foi avaliar a auto-percepção da saúde bucal de pacientes reabilitados com próteses orais prótese total superior e prótese parcial removível de canino a canino inferior, confeccionadas pelos acadêmicos do Curso de Odontologia da Universidade do Oeste de Santa Catarina no segundo semestre de 2015. Os resultados foram obtidos partir da aplicação do questionário de autopercepção de saúde bucal e o Oral Health Perception (OHIP–14), 28 indivíduos submeteram-se ao questionário,o qual avalia a qualidade de vida que o paciente leva ao ser portador de prótese oral. Ao avaliar os resultados do questionário aplicado após noventa e sento e oitenta dias a maioria dos pacientes estavam satisfeitos com suas próteses. Conclui-se com esse trabalho que a substituição de próteses antigas por novas próteses bem adaptadas geram impacto positivo na qualidade de vida dos indivíduos. Palavras-chave: Edentulismo. Qualidade de vida. Autopercepção de saúde bucal.

Biografia do Autor

Leonardo Flores Luthi, Unoesc
Publicado
24-08-2016
Como Citar
Luthi, L. F., & Mattevi, B. (2016). AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS PACIENTES APÓS TRATAMENTO ORAL PROTÉTICO. Seminário De Iniciação Científica E Seminário Integrado De Ensino, Pesquisa E Extensão. Recuperado de https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/siepe/article/view/10935
Edição
Seção
Joaçaba - Pesquisa